Sustentabilidade

BEI financia projetos de Sustentabilidade da Sonae MC com 55 M€

BEI financia projetos de Sustentabilidade da Sonae MC com 55 M€

O Banco Europeu de Investimento (BEI) vai conceder um empréstimo no valor de 55 milhões de euros à Sonae MC para financiar investimentos para redução do impacto ambiental da sua atividade de retalho alimentar. A notícia é avançada pela Comissão Europeia em comunicado, referindo que este financiamento permitirá à Sonae MC “tornar as lojas da empresa mais eficientes em termos energéticos, promovendo também a utilização de energias renováveis.

O montante de investimento elegível deste projeto ascende a 110 milhões de euros, a ser realizado entre julho de 2018 e junho de 2022, diz ainda a Sonae MC em comunicado. 

Através deste acordo, a Sonae MC “instalará novas tecnologias, que irão melhorar a sua sustentabilidade ambiental: o empréstimo do BEI contribuirá para a renovação dos sistemas técnicos das lojas, com equipamentos mais eficientes em termos energéticos, bem como novas tecnologias de produção de eletricidade e gestão de resíduos”.

Acordo poderá ajudar a criar 1200 postos de trabalho

Rui Almeida, CFO da Sonae MC, sublinha que “este investimento financeiro é um contributo importante para a materialização da política ativa em Sustentabilidade da Sonae MC, refletindo as nossas preocupações numa matéria que constitui um pilar estratégico da nossa atividade. Fortemente sustentado em inovação, este projeto consolida a posição dianteira da Sonae MC na vertente ambiental, impulsionando o nosso contributo para uma pegada ecológica global sustentável, rumo à descarbonização e ao desperdício zero.”

Já a Vice-Presidente do BEI, Emma Navarro, defendeu durante a assinatura deste acordo que “este projeto é um excelente exemplo das nossas prioridades em Portugal: investir na inovação para apoiar a ação climática e fomentar a coesão, o emprego e o crescimento económico. O acordo assinado hoje terá um impacto ambiental extremamente positivo e dará um contributo importante para o combate às alterações climáticas, ao reduzir o consumo energético e permitir a utilização de fontes de energia renováveis”.

A modernização das lojas de retalho alimentar da Sonae MC permitirá reduzir o consumo de eletricidade em cerca de 10% através da instalação de equipamentos e tecnologias de monitorização e gestão da energia. Para além disso, os sistemas de refrigeração serão renovados, contribuindo para a utilização eficiente da energia e reduzindo o impacto ambiental dos gases com efeito de estufa. O consumo de água também irá diminuir, graças à instalação de novos sistemas de gestão da água. De resto, com este investimento, as lojas produzirão o equivalente a cerca de 8% das suas necessidades de eletricidade.

Prevê-se que “o acordo apoie a criação de mais de 1 200 postos de trabalho durante a fase de implementação”.