Gaming

Matrics é a nova marca de gaming portuguesa

Matrics é a nova marca de gaming portuguesa

O mercado português conheceu, durante a realização do Moche XL eSports, a nova marca de gaming portuguesa. A Matrics nasce com a visão de “gaming for all” e vem disponibilizar uma gama transversal de produtos de gaming com o máximo de especificações por artigo, complementando a oferta nacional no mercado dos eSports.

“O processo que origina os produtos Matrics começa sempre pelos gamers”, referiram Adriano Santos, cofundador da Matrics, e Tânia Parsotam, responsável de marketing e comunicação da marca. Assim, a marca consulta jogadores portugueses para compreender as especificações e características que lhes são mais relevantes, sendo esta a base da conceptualização de cada artigo. Os produtos, fabricados na Ásia, têm um controlo de qualidade feito por uma equipa especializada, localizada em Portugal, onde se processam as fases de design, conceção, especificação, testes e validação do protótipo desenvolvido.

Detida pela Interplay, Lda., o objetivo da Matrics é, numa fase inicial, focar-se nos gamers nacionais e fortalecer-se no mercado português, colocando-o ao mesmo ritmo de outros países que já estão mais desenvolvidos no setor.

O portfólio de produtos agora disponibilizados pela Matrics é composto por cadeiras, headphones, mochilas, monitores, ratos, tapetes para ratos e teclados e estarão, numa fase inicial, à venda em vários retalhistas, como a MediaMarkt e a Meo.

De referir que, em Portugal, o mercado do gaming valia, em 2018, cerca de 265 milhões de euros, segundo estimativas do Newzoo. A nível global, os dados apontam para o potencial de um mercado que, segundo várias fontes, já vale mais do que as indústrias de vídeo e música juntas.