Retalho

Gateway dá cinco dicas para reduzir os furtos no retalho

Gateway dá cinco dicas para reduzir os furtos no retalho

A Gateway Portugal reuniu as melhores dicas para reduzir as oportunidades de furto e assegurar um ambiente de loja mais seguro e com uma melhor experiência para o cliente.

  • Estude bem o layout da loja: se por um lado a segurança junto das caixas não deve ser remetida para segundo plano, já que é onde se encontra o dinheiro, a verdade é que todo espaço comercial está potencialmente vulnerável a roubos. Estude atentamente o desenho/layout da loja, identificando pontos de menor vigilância e zonas com produtos de menor dimensão e propensos a furtos. Faça um levantamento de possíveis “blind spots” para eliminar esse problema.
  • Formação é palavra de ordem: certifique-se de que os seus funcionários conhecem os procedimentos de segurança em caso de assalto ou furto. Existe um protocolo de comunicação entre os membros da equipa e as autoridades? Os colaboradores têm algum “código de alerta” que coloca todos mais atentos em situações de potencial furto?
  • Atenção redobrada na caixa: uma vez que é o local onde o dinheiro é armazenado, é natural que a zona das caixas mereça da sua parte uma atenção especial. Evite guardar elevados volumes de numerário na caixa, implementando um sistema SafePay ou assegurando que o dinheiro é transportado periodicamente para outro local seguro. Além disso, assegure-se de que o colaborador responsável nunca deixa o posto de trabalho sem vigilância.
  • Reforce a segurança: avalie cuidadosamente a utilização de dispositivos de segurança que assegurem uma proteção eficiente dos equipamentos contra furtos mas que permitam uma livre exposição dos mesmos e o acesso livre a todas as suas funcionalidades.
  • Sistemas de videovigilância: como camada adicional de segurança, implemente um sistema de videovigilância que melhore os índices de proteção e que grave imagens para identificação de responsáveis por furtos.