Retalho

Lidl Portugal aumenta salário mínimo para 670 euros

Lidl aumenta ordenado de entrada para 670 euros

O Lidl Portugal anunciou esta terça-feira (11 de dezembro) que vai aumentar o salário mínimo de entrada, no primeiro ano na empresa, para 670 euros, um valor acima do salário mínimo nacional (600 euros, de acordo com a proposta do Governo).  A medida arranca já no próximo ano fiscal, que começa em março de 2019.

Numa nota enviada às redações, a companhia revela que 670 euros será o valor de entrada “auferido no primeiro ano de trabalho”.

Assim, “empenhado em estabelecer vínculos laborais e relações profissionais estáveis, o Lidl Portugal aumenta o ordenado mínimo acima dos 600 euros definidos pelo Governo para 2019. O valor representa um acréscimo de 70 euros”.

O Lidl Portugal tem atualmente cerca de 6500 trabalhadores. No início do ano, a empresa de distribuição anunciou um investimento de cerca de 100 milhões de euros no mercado português em remodelação e abertura de “uma mão cheia” de lojas.