Retalho

Gastos no retalho aumentarão 25% até 2023 e atingem 30 biliões de dólares

Gastos no retalho aumentarão 25% até 2023 e atinge 30 biliões de dólares

Um recente estudo da Juniper revela que os gastos no retalho aumentarão 25% até 2023, prevendo-se que possa atingir 30 biliões de dólares (cerca de 27 biliões de euros), à medida que os pagamentos online alternativos evoluam, identificando a consultora algumas estratégias chave para os fornecedores de pagamentos, caso pretendam maximizar as oportunidades em ambos os espaços, offline e online.

A análise constatou que os gastos no retalho deverão aumentar em 6 biliões de dólares (perto de 5,4 biliões de euros) globalmente entre 2018 e 2023 (levando o gasto total a 30 biliões de dólares), com o crescimento impulsionado por uma combinação de mecanismos de pagamento alternativos e gastos on-line.

No entanto, as partes interessadas enfrentam uma série de desafios competitivos e regulatórios, se quiserem aproveitar ao máximo a oportunidade. De acordo com o estudo, “Strategies for Payment Providers: Opportunity, Risks & Competition 2019-2023”, reduzir o atrito no checkout continua a ser um obstáculo fundamental, com altas taxas de abandono no carrinho de compras on-line.

Além disso, a Juniper destaca que, em muitos mercados, os gastos nas lojas estabilizar-se-ão ou até cairão, aumentando a probabilidade de que grandes cadeias de retalho sejam obrigadas a reduzir ainda mais a sua presença física.