E-commerce

ViSenze focada em impulsionar adoção de retalho baseado em imagem

ViSenze focada em impulsionar adoção de retalho baseado em imagem

A ViSenze, empresa com base em inteligência artificial que tem como missão potenciar o comércio baseado em imagem, anunciou esta terça-feira (19 de fevereiro) o levantamento de uma ronda série C de 20 milhões de dólares. A Sonae IM e a Gobi Partners lideraram esta ronda com a participação de novos investidores.

“Fundada em 2012, a ViSenze tem passado por uma expansão global com mais de 80 trabalhadores, escritórios em Singapura, China, Reino Unido, EUA, Coreia do Sul e Japão, assim como clientes globais, incluindo destacados retalhistas como Rakuten, ASOS, Urban Outfitters, Zalora, entre outros. O atual financiamento será usado pela ViSenze para fornecer tecnologia avançada e verticalizada para comércio com base em imagem, para retalhistas, marcas e empresas de media, assim como para potenciar as soluções para plataformas, através de parcerias com os principais fabricantes de smartphones, tornando o visual shopping possível em lentes nas camaras nativas. Adicionalmente às parcerias com os fabricantes de smartphones como a Samsung, LG, Huawei e outros, as soluções para plataforma da empresa ligaram acima de 400 milhões de produtos de mais de 800 vendedores e retalhistas na sua rede global de afiliados”, explica a Sonae IM numa nota enviada às redações.

Oliver Tan, CEO e Co-Fundador da ViSenze, refere que “os aspetos visuais têm um incrível poder de influência em decisões de compra, pelo que a capacidade de pesquisa visual em dispositivos móveis assegura uma forma moderna e inteligente de descoberta por parte dos consumidores. Os participantes nesta ronda de financiamento partilham a nossa missão de simplificar a forma como as pessoas pesquisam e descobrem produtos que as inspiram. Ansiamos pelo que aí vem na ViSenze, à medida que continuamos a desenvolver a nossa capacidade, rede e presença global.”

A ronda de financiamento conta ainda com novos investidores como Tembusu ICT Fund, 31Ventures Global Innovation Fund e Impossible Ventures de Jonathan Coon, assim como os investidores atuais Rakuten Ventures, WI Harper Group, Singapore Press Holdings (SPH) Ventures, Raffles Venture Partners, Enspire Capital, e UOB Venture Management. A empresa já tinha levantado cerca de 10,5 milhões de dólares na Serie B em 2016. Com o anúncio desta terça-feira, o financiamento total soma os 34,5 milhões de dólares.