Retalho

Projeto “Turma Imbatível” do Lidl regressa às escolas com formato inovador

TurmaImbativel DH

O projeto “Turma Imbatível”, que já teve impacto em mais de 70 mil alunos nos últimos oito anos, regressa às escolas num formato inovador. Nesta edição, apresenta-se como uma peça de teatro interativa: “Turma Imbatível – Uma Aventura e Peras!”, focada na “viagem” da Pera Rocha do Oeste.

Este projeto – desenvolvido pelo Lidl, com o apoio da Direção-Geral da Educação e Direção-Geral da Saúde, da Agência Portuguesa do Ambiente e da Associação Nacional de Produtores de Pera Rocha – tem como objetivo sensibilizar as crianças para a necessidade de mudança de comportamentos e desenvolvimento de novos hábitos mais sustentáveis e responsáveis.

Assim, a “Turma Imbatível” visitará 100 escolas do 1º Ciclo do Ensino Básico, de norte a sul do país para abordar junto das crianças, de forma lúdica e educativa, temas alinhados com o currículo nacional para a Educação e Cidadania e a Estratégia de Educação Ambiental, desde a alimentação saudável, a cadeia de valor e certificação dos alimentos, à economia circular e o consumo responsável.

Para além de assistirem à peça, as crianças poderão igualmente aceder a fichas do projeto e apoio curricular sobre os temas disponibilizados no site da Turma Imbatível.

“A continuidade da Turma Imbatível demonstra que é um projeto que tem tido uma enorme aceitação junto da comunidade escolar, que nos deixa muito orgulhosos e que responde a um dos nossos princípios centrais de atuação, a promoção de estilos de vida sustentáveis, sobretudo junto das novas gerações”, explica Vanessa Romeu, diretora de comunicação corporativa do Lidl Portugal.

Sobre a edição deste ano, a responsável acrescenta que “sendo a Pera Rocha do Oeste um símbolo nacional, no qual o Lidl tem tido um trabalho de proximidade juntos dos produtores na garantia de uma produção sustentável, entendemos que a sua cadeia de valor seria o mote perfeito para a divulgação das mensagens de comportamentos responsáveis que pretendemos transmitir, e por isso decidimos colocá-la no centro de uma peça de teatro interativa, aportando inovação ao projeto”.