Ecommerce

Amazon quer revolucionar publicidade com envio de amostras grátis aos clientes

E a marca mais valiosa do mundo passa a ser a Amazon

Além de ser um dos gigantes do e-commerce, a Amazon pretende agora, também, revolucionar a publicidade. A ideia passa por oferecer banners na sua página com base nos produtos que os clientes veem e compram, algo que está transforma a Amazon (também) num gigante da publicidade, a par de Facebook e do Google.

Contudo, a empresa liderada por Jeff Bezos quer ir mais além e está a negociar com a Maybelline e a Foldgers o envio de amostras grátis, algo que o Facebook e o Google não consideram e que, além disso, custaria muito mais que a Amazon.

Para a plataforma de venda de produtos basta incluir amostras desses produtos em pedidos que os clientes fazem, orientando essas amostras para os gostos apresentados nas respetivas compras.

Desta forma, se um cliente costuma comprar maquilhagem, pode passar a receber na próxima compra produtos da Maybelline como uma amostra, numa nova maneira de entender a publicidade que não foi feita até agora.

A Amazon tem a parte mais importante: os dados e gostos de milhões de clientes – algo que não a diferencia do Facebook ou do Google -, mas também tem um sistema logístico mais que robusto. Portanto, o custo de envio de amostras gratuitas para a Amazon é infinitamente mais barato do que para a Google ou Facebook.

Atualmente, a Amazon recebe 5 mil milhões de dólares anuais em publicidade que exibe na sua página, mas com este novo método, as receitas podem disparar.

Um estudo da Pivotal Research afirma que a Amazon poderá alcançar os 38 mil milhões de dólares em receita publicitária em 2023, ou sejam, mais 33 mil milhões do que recebe atualmente.

Contudo, a Amazon fica ainda longe dos 95 mil milhões de dólares que entram na Google ou dos 40 mil milhões no Facebook.

Para os analistas, esta nova estratégia seria um sucesso para a Amazon, para marcas e também para clientes, com a Amazon a poder utilizar os dados dos utilizares para enviar produtos que lhes interessam. As marcas podem aumentar as suas vendas e os clientes experimentarão produtos inovadores que, provavelmente, não conheciam.

Para além disso, a Amazon pode usar amostras grátis para fortalecer e aumentar a sua seção Prime.