Exportações

Empresas exportadoras perspetivam aumento de 4% em 2019

Empresas exportadoras perspetivam aumento de 4% em 2019

As empresas exportadoras de bens perspetivam um crescimento nominal de 4% das suas exportações em 2019. As empresas esperam um aumento de 4,2% nas exportações Intra-UE e para os mercados Extra-UE as perspetivas apontam para um aumento de 3,4%, revela o Instituto Nacional de Estatística (INE).

Excluindo os Combustíveis e Lubrificantes, as perspetivas reveladas pelas empresas indicam crescimentos semelhantes: +4,0% no total do Comércio internacional, +3,5% no Comércio Extra-UE e +4,2% no Comércio Intra-UE.

A confirmarem-se estas expetativas, deverá assim registar-se uma desaceleração das exportações relativamente a 2018, em que as exportações aumentaram 5,3%.

Por Grandes Categorias Económicas (CGCE) destacam-se as perspetivas de aumento das exportações de Material de Transporte e Acessórios, tanto para países Extra-UE como para países Intra-UE (+14,1% e +6,8%, respetivamente).

Na 2.ª previsão do IPEB 2019, realizado em maio passado, as empresas reviram em baixa as suas perspetivas de crescimento para 4% (-0,3 p.p. face à 1.ª previsão, realizada em novembro de 2018). A revisão resultou principalmente das perspetivas das Pequenas e Médias Empresas (PME), que apontaram como principais motivos para essa revisão em baixa, o pior comportamento que o esperado na generalidade dos mercados de destino já clientes e em mercados específicos.

A revisão em baixa no Comércio Internacional resulta da atualização das expetativas das exportações para a União Europeia (-0,4 p.p. para uma variação de +4,2%), sobretudo nas categorias Máquinas, outros bens de capital (exceto o material de transporte) e seus acessórios e Bens de Consumo não especificados noutra categoria.

As perspetivas em relação às exportações Extra-UE aumentaram 0,2 p.p. (para um crescimento de 3,4%), essencialmente devido à evolução da categoria Material de Transporte e Acessórios.