Quantcast
Retalho

Social commerce : Mercado crescerá três vezes mais rápido que ‘comércio digital’

O Social commerce, prática de levar a cabo vendas via plataformas de social media, poderá ser o mercado do futuro para muitos retalhistas. Se hoje este mercado já anda na casa dos milhares de milhão, estima a Accenture que este mercado cresça, até 2025, a um ritmo três vezes superior ao do comércio digital via plataformas de e-commerce.

Assim, explica a consultora que este mercado, nesta fase, vale 492 mil milhões de dólares mundialmente, sendo que este valor deverá atingir os 1,2 biliões de dólares nos próximos 3 anos, diretamente impulsionado pelas compras da geração Z, que é responsável por 65% dos gastos em social commerce.

 

“A pandemia mostrou o quanto as pessoas usam as plataformas sociais como ponto de entrada para tudo o que fazem online – notícias, entretenimento e comunicação.” disse Robin Murdoch, líder global da indústria de Software e Plataformas da Accenture. “O aumento constante do tempo gasto nas redes sociais reflete o quão essenciais estas plataformas são na nossa vida diária. Elas estão a reformular a forma como as pessoas compram e vendem, o que fornece plataformas para marcas que encontram novas oportunidades para a experiência do utilizador e novos fluxos de receitas.”

“Mais da metade (59%) dos compradores sociais pesquisados ​​disseram que são mais propensos a apoiar pequenas e médias empresas por meio do comércio social do que quando compram por meio de sites de comércio eletrônico. Além disso, 63% disseram que têm mais probabilidade de comprar do mesmo vendedor novamente, mostrando os benefícios do comércio social na construção da fidelidade e no incentivo às compras repetidas”, explica a Accenture em comunicado publicado no seu site.