Quantcast
Retalho

Portugueses convertem-se ao e-commerce mas preço continua a ser a chave

e-commerce

A Marktest lançou recentemente o seu barómetro de E-commerce e os dados mostram uma significativa mudança de hábitos por parte dos consumidores portugueses.

Exacerbada pela pandemia, a migração dos consumidores para ambientes digitais de comércio começa a ser uma realidade a que já não se pode ‘virar a cara’, com 56,8% da população portuguesa a assumir que já recorre ao comercial eletrónico.

Segundo os dados agora divulgados, para se ter uma ideia, 42% dos inquiridos diz utilizar os canais de compra digitais pelo menos uma vez por mês, com 12,1% a admitir utilizar estes meios pelo menos uma vez por semana.

Porém, há outra realidade ainda bastante presente nas decisões de compra dos portugueses: o preço. Se a conveniência e flexibilidade serão certamente valorizadas, 58,4% diz que ter preços mais baixos é a sua prioridade quando procura bens ou serviços na internet.

Disponibilidade do artigo (33,2%), familiaridade com a marca (31,7%) e métodos de pagamento disponíveis (30,3%) são outros fatores que fazem a diferença no momento de compra dos consumidores lusos. As informações partilhadas por outros utilizadores são fator ponderado para cerca de 30% dos inquiridos.