Quantcast
Retalho

Sonae Fashion junta-se a comunidade científica e industrial para criar máscara reutilizável

Sonae Fashion junta-se a comunidade científica e industrial para criar máscara reutilizável

A Sonae Fashion, através da sua marca de vestuário MO, vai disponibilizar máscaras têxteis reutilizáveis, desenvolvidas em Portugal em parceria com a comunidade científica e industrial, nomeadamente com a fabricante Adalberto, o centro tecnológico CITEVE, o Instituto de Medicina Molecular da Universidade de Lisboa e a Universidade do Minho.

O projeto tem como objetivos ajudar na proteção pessoal e promover a saúde pública, tornando acessível o vestuário técnico ao maior número de pessoas possível.

Segundo explica a Sonae em comunicado, as máscaras MOxAd-Tech apresentam características antimicrobianas, com eficácia comprovada contra vírus e bactérias, estando a sua tecnologia acreditada a nível internacional.

O princípio ativo já foi testado com sucesso pelo Institut Pasteur de Lille, em França, nomeadamente contra o vírus H1N1 e vírus Corona-type, bem como contra rotavírus. Atualmente decorrem testes específicos para a covid-19 no Instituto de Medicina Molecular João Lobo Antunes, em Portugal, sendo que já se encontra certificada como máscara social de nível 2 profissional pelo CITEVE. Segundo a marca, do ponto de vista de retenção de partículas, a máscara MOxAd-Tech garante uma capacidade de 95%.

Desenvolvidas em têxtil técnico com várias camadas distintas, as máscaras são impermeáveis e reutilizável, permitindo proteger as pessoas, mas também o ambiente.

De acordo com o comunicado, as máscaras mantêm o um nível de eliminação microbiana de perto de 100%, mesmo depois de 50 lavagens domésticas a 30ºC.

O produto está disponível na loja online da marca MO e estará também à venda nas lojas físicas de outras insígnias da Sonae ainda esta semana, nomeadamente na Well’s e no Continente.

Este valor traduz uma poupança para as famílias portuguesas, que assim conseguem ter acesso a uma solução de proteção que oferece um custo estimado por utilização muito reduzido, de apenas 20 cêntimos.

As máscaras MOxAd-Tech são fabricadas em Portugal, através da unidade da Adalberto localizada em Santo Tirso e da sua cadeia de produção e parceiros. A solução está a ser alvo de patenteação e já capta interesse a nível internacional.