Retalho

Mercadona prevê abrir 10 lojas em Portugal no segundo semestre de 2019

Mercadona apresenta estratégia para o mercado nacional ao Presidente da República

A Mercadona revela esta segunda-feira (3 de setembro) que prevê abrir entre 8 a 10 unidades em Portugal já no segundo semestre de 2019. Este número de aberturas deverá ser definido em função da evolução das licenças e das obras das lojas, refere a insígnia.

Esta decisão surge dois anos depois do anúncio da internacionalização da insígnia para Portugal, período durante o qual a Mercadona se dedicou a estudar o mercado português e o consumidor.

As primeiras lojas da Mercadona em Portugal estão localizadas nos distritos do Porto, Braga e Aveiro, aberturas que deverão representar um investimento de 25 milhões de euros aos quais se somam mais 75 milhões de euros com as restantes aberturas agora anunciadas.

A Mercadona revela ainda que prevê a criação de 300 postos de trabalhos com a abertura destas lojas, que se irão somar aos 200 já existentes.

Juan Roig, presidente da empresa, sublinha que “todos estes factos confirmam que Portugal é uma grande oportunidade para iniciar o crescimento internacional da empresa, e estamos muito entusiasmados com a decisão e o desafio de um projeto com o qual estamos muito comprometidos.”

A empresa está neste momento a construir duas parcelas com uma área de 50 mil metros quadrados na Póvoa de Varzim, uma plataforma logística que servirá para o desenvolvimento da atividade logística da insígnia em Portugal.