Quantcast
Retalho

Mango StartUp Studio quer acelerar projetos na área da moda

A Mango criou uma aceleradora de start-ups de moda, em colaboração com a escola de negócios IESE Business School, a Mango StartUp Studio. O objetivo passa por promover a inovação na empresa, detetar novas oportunidades de crescimento e participar no desenvolvimento de novas tecnologias ou modelos de negócio.

Segundo explicado, em comunicado, pelo CEO da Mango, Toni Ruiz, “a nova aceleradora permitirá à Mango conhecer em primeira mão o ecossistema de start-ups, estabelecer contactos com os principais players do setor e avaliar as tendências e novas tecnologias disruptivas, desenvolvendo casos reais em conjunto com as start-ups, tanto pelo grande valor que possam fornecer quanto pelo seu potencial futuro”.

 

A sustentabilidade e a tecnologia foram estabelecidas como áreas de interesse prioritárias da aceleradora, bem como todos os elos da cadeia de valor, desde a criação do produto até à distribuição, passando pelo sourcing.

As empresas selecionadas serão de âmbito europeu e deverão estar principalmente nas fases iniciais de desenvolvimento ou dispor de um produto lançado recentemente. A aceleradora da Mango contará com um orçamento de três milhões de euros e prevê o investimento em mais de 50 empresas a médio prazo.

 

A Mango StartUp Studio contará com o apoio da escola de negócios nos processos de triagem das iniciativas, formação das pessoas e colaboração para os encontros que ajudem e promovam o networking para os empreendedores selecionados. Da mesma forma, se a iniciativa o exigir, a Mango também oferecerá às start-ups a possibilidade de ter uma posição nos escritórios da empresa.