Quantcast
Retalho

Jerónimo Martins põe expansão para a Roménia em ‘stand by’

Jeronimo Martins Logistica Valongo

Ainda a viver em contexto de pandemia de Covid-19, depois de ter anunciado em 2020 planos de expansão para a Roménia, o Grupo Jerónimo Martins confirmou esta quinta-feira, em conferência de imprensa, que irá pôr em pausa os seus planos de expansão para este país.

Segundo o CEO do grupo, Pedro Soares dos Santos, a decisão prende-se, sobretudo, com o fator incerteza introduzido pela pandemia de Covid-19 e o seu impacto na operação.

“Foi um processo que foi adiado, foi adiado em 2020 porque a incerteza nos obrigou a tal. O bom-senso foi o nosso melhor aliado. Havia que proteger o que tínhamos e não entrar em novas aventuras”, começou por avançar Pedro Soares dos Santos, garantindo, porém, que os planos se mantêm.

“Será uma coisa que iremos retomar logo que compreendermos que existe estabilidade e previsibilidade para continuarmos a crescer. Crescer é o nosso negócio e disso não vamos abdicar”, asseverou, para terminar a sua intervenção sobre este tema.

As apostas de expansão para a República Checa e Eslováquia também ficaram também em pausa, com o grupo a apostar na plataforma Hebe através do reforço na aposta nos canais digitais.

Os resultados de 2020:

Por fim, de referir que, segundo comunicado pela empresa, a Jerónimo Martins viu as suas vendas consolidadas crescerem 3,5% (19,3 milhões de euros, com os lucros, contudo, a caírem face a 2019, atingindo a marca dos 312 milhões de euros. Também o EBITDA registou uma queda na ordem dos 1% situando-se nos 1.432 milhões de euros.

“Num ano marcado por uma exigência sem precedentes espoletada pela pandemia de Covid-19, o grupo registou um sólido desempenho operacional e reforçou o seu balanço. Foi um ano de verdadeira superação por parte das nossas equipas, em especial daquelas que, trabalhando nas lojas e nos centros de distribuição, estiveram na linha da frente das operações”, explicou Pedro Soares dos Santos, presidente do grupo, em comunicado.