inRetail Congress

inRetail Congress: acompanhe todas as atualizações ao minuto

O inRetail Congress encerra com uma entrevista a Paulo Pereira da Silva, Presidente da Renova. Terá oportunidade de ler sobre esta conversa e sobre as restantes apresentações do dia na próxima edição impressa da revista DISTRIBUIÇÃO HOJE

18h25 – Para Mónica Serrano, da L’Oréal, é importante que se acabe com a perspetiva negativa que ainda existe em relação aos blogs, já que estes são os novos opinion makers e influencers. De resto, refere que é importante trabalhar com bloggers que se identifiquem com a marca e com os seus valores, já que os leitores sabem imediatamente quando alguém não está a ser verdadeiro e que um post é mera publicidade

18h20 – Vanessa Romeu, do LIDL Portugal, por sua vez, explica que a insígnia tem procurado criar uma relação de proximidade com os bloggers, com parcerias de longevidade. Para além disso, refere que não trabalham só com blogs conceituados, mas também com blogs mais pequenos e em crescimento, para fazer esse caminho com eles

18h16 – Sónia Morais Santos sublinha a mesma ideia e afirma que é preciso transparência e coerência, acrescentando que às vezes é melhor perder dinheiro, mas ganhar credibilidade

18h10 – João Jacinto refere que é importante que as marcas e as pessoas percebam que “os blogs não estão a brincar”. Para além disso, defende que é preciso seriedade, já que “os leitores percebem quando tu estás a falar verdade ou não”

18h00 – Sofia Novais de Paula explica que hoje os blogs nascem cada vez mais com uma estratégia delineada, com análises SWAT e agências a trabalhar com eles porque já se percebeu o poder que têm nas mãos para negociar com as marcas

A influência e a importância dos bloggers para a comunicação das marcas é o próximo tema a ser debatido, numa mesa redonda com contributos de João Jacinto, do blog Gentleman’s Mail, Mónica Serrano, CMO da L’Oréal Portugal, Sofia Novais de Paula, do blog Diário de Um Batom, Sónia Morais Santos, do blog Cócó na Fralda, e Vanessa Romeu, Diretora de Comunicação e Relações Públicas do LIDL Portugal

17h00 – De acordo com Antoine Blanchys, é cada vez mais importante conhecer o customer journey, já que só assim é possível aumentar os touchpoints até ao canal de venda

A Experiência do consumidor omnicanal será agora abordada pela voz de Antoine Blanchys, General Manager da Mediapost

16h52 – “O design na Tiger não é associado a peças caríssimas. Nós queremos criar design para as massas e que qualquer pessoa possa comprar. Mas os nossos produtos também resultam muito bem em targets sociodemográficos médios e médios altos, porque é uma compra de impulso”

16h45 – “Temos que estar muito próximos dos clientes. É claro que o online é uma realidade, mas se criarmos momentos mágicos dentro das lojas, os clientes nunca vão deixar de ir à loja”, acrescentam

16h30 – Os responsáveis da Tiger explicam que os seus clientes entram nas lojas com frequência porque a marca tem sempre novidades. A cada 15 dias entram produtos novos

Paulo Borges, Diretor Geral Portugal da Flying Tiger Copenhagen, sobe ao palco para falar da Cultura Fun no Serviço ao Cliente

16h12 – Por fim, refere que será cada vez mais essencial conhecer melhor o consumidor e criar formas de gerir os stocks de forma global. Para além disso, acrescenta que os pagamentos omnicanais têm o poder de aumentar as vendas para o retalhista, melhorar a experiência do consumidor e de ser mais uma oportunidade de angariar dados sobre o cliente

16h08 – O responsável cita ainda um estudo da Planet Retail que revela que em 2019, a Amazon será o segundo maior player do setor, o que é revelador da importância da experiência do cliente e das transformações a que temos assistido

16h05 – Nicolas Brand refere que é preciso combater problemas como as longas filas de espera para pagar e alerta que 30% dos consumidores abandonam o carrinho de compras devido aos longos tempos de espera no checkout

16h00 – De acordo com o orador, 55% dos consumidores consultam o smartphone ou outros dispositivos móveis quando estão nas lojas físicas. Para além disso, revela que 36% dos consumidores consideram a experiência e a conveniência mais importantes do que fatores como o preço

Nicolas Brand, Business Development Manager da Ingenico Group, sobe agora ao palco para falar de Pagamentos Omnicanal e dos benefícios que pode trazer para o negócio

Para além disso, refere que não faz sentido que todos os produtos estejam no online, já que na venda de alguns [produtos] é essencial que exista alguma humanização

15h58 – Já Miguel Fontes, da Startup Lisboa, acrescenta que é preciso ter “conta, peso e medida” na implementação da tecnologia e de inovação

15h52 – Manuel Tânger, da Beta-I, refere que as máquinas são hoje cada vez mais humanizadas, o que tem permitido uma fácil adaptação. O responsável acredita também que daqui a cinco anos tecnologias como os chatbots estarão completamente banalizadas e serão amplamente aceites tanto pelo retalhista como pelo consumidor

15h45 – Eduardo Piedade explica que o retalho, ao contrário do que se diz, não é um early adopter e está a fazer uso de tecnologias que já existem há muito tempo noutras áreas, o que tem permitido entender como algumas delas podem ser relevantes

Segue-se uma mesa redonda sobre Disrupção e o seu impacto na transformação dos negócios, com intervenções de Eduardo Piedade, Administrador da Sonae IM, Manuel Tânger, co-fundador e Diretor de Inovação da Beta-I, e Miguel Fontes, Diretor Geral da Startup Lisboa

15h15 – De acordo com Nuno Saraiva de Ponte, para além de utilizar o meio certo, é importante comunicar bem, e isso implica saber o que se quer comunicar.

Depois de uma pausa, o inRetail Congress regressa com uma apresentação de Nuno Saraiva de Ponte, Corporate General Manager do in-Store Media Group, sobre ‘A estratégia das marcas e dos retalhistas para o consumidor omnicanal

13h32 – Na era do comércio conectado, o consumidor deve ter o poder de influenciar o desenvolvimento do produto, explica. Para além disso, a transparência dos preços e a gratificação imediata também devem estar no centro da estratégia

13h27 – O orador refere também que é cada vez mais importante que os assistentes/pessoas que contactam com o consumidor na loja sejam especialistas, já que atualmente, quase nenhum consumidor vai a uma loja física sem ter pesquisado os produtos online antes e sem saber tudo o que existe para saber sobre o produto que está a pensar comprar

13h20 – Nathan Gill explica que as filas de espera nas lojas têm um impacto direto nas vendas, assim como terminar a experiência de compra de uma forma positiva. Por isso, no futuro, é preciso eliminar as filas para pagar, para que o cliente possa pegar no produto que quer, ou por exemplo jantar num restaurante, e sair logo de seguida sem ter que esperar

Toma agora o palco Nathan Gill, VP Commerce Enablement & Global Innovation da Verifone, para falar de ‘Connected Commerce’

12h50 – “É preciso passar dos dados à informação e da informação ao conhecimento, e este trajeto é cada vez mais difícil”, refere

12h45 – A responsável da Sonae Sierra refere que o digital veio alterar a forma como as empresas/marcas se relacionam com o consumidor. Isso passará por mais conveniência nos centros comerciais

O inRetail Congress avança com uma apresentação sobre Inovação de Manuela Calhau, Diretora de Marketing, Inovação e Mall Activation para a Europa e Novos Mercados da Sonae Sierra

12h30 – A Zomato vai em breve personalizar a oferta com o Zomato Red: condições diferenciadas para subscritores. Para além disso, a empresa está a estudar a possibilidade de avançar com o serviço de delivery para o mercado nacional

12h20 – Rui Almeida, da Havas Media, refere que a grande barreira para a personalização está nas estruturas organizativas. Acrescenta ainda que a chave para o sucesso já não está no big data, mas em smart data

12h16 – Nuno Santos acrescenta que um embaixador da marca deve ser também um utilizador, para bem da transparência cada vez mais exigida pelos consumidores

12h13 – André Novais de Paula, fundador da Koobby, defende a importância da transparência e dos influencers

12ho9 – Miguel Alves Ribeiro, da Zomato, explica que é importante conhecer o consumidor a fundo: quem visita que tipo de restaurantes. A tipificação dos utilizadores é uma valiosa ferramenta de otimização da plataforma

12h05 – Nuno Santos, da Cabify Portugal, refere que é importante estar atento às diferenças dos mercados e ouvir os consumidores

Depois de uma pausa, o InRetail Congress prossegue com uma mesa redonda sobre ‘Notify, Share and Engage’. Uma conversa com contributos de Miguel Alves Ribeiro, Diretor da Zomato, Rui Almeida, Data Insights Director da Havas Media Group, André Novais de Paula, Co-founder da Koobby, Nuno Santos, Diretor Geral da Cabify Portugal, e Gonçalo Santos Lopes, Diretor da Redunicre

11h10 – Para envolver o consumidor, “temos que ter na equipa pessoas que vivam as marcas”, refere Inês Salgado. O consumidor “ainda gosta de uma relação pessoal”, acrescenta

11h05 – Uma das missões desta DAT é gerar insights através das pesquisas que a equipa faz tanto no digital como noutras áreas da empresa, integrando-as

10h58 – A Digital Acceleration Team da Nestlé quer envolver toda a equipa e transformar toda a forma de pensar da equipa da Nestlé, uma empresa que devido à sua antiguidade (150 anos) tinha necessidade de acelerar a mudança o road map digital

Inês Salgado, DAT Manager da Nestlé Portugal, toma agora o palco para falar de Data e da recente aposta da empresa numa equipa totalmente focada no digital

10h48 – A responsável explica que o número de fãs e as interações nas redes sociais não são tão importantes como a maioria das marcas julga, a menos que se esteja a medir notoriedade

10h42 – Virginia Coutinho refere que um dos maiores desafios dos social media é que muitas marcas não têm perceção do impacto que a comunicação que fazem nas redes sociais tem nas vendas, razão pela qual é importante existir uma integração de todos os canais usados no marketing

10h37 – O retalho é a terceira indústria mais representada no LinkedIn a nível global, em matéria de empresas e de utilizadores, o que por si só já é revelador da importância do canal para as empresas, explica o consultor

10h35 – Pedro Caramez explica que o LinkedIn é uma rede que traz outro tipo de público alvo, muito mais orientada para um social selling B2B

10h30 – A personalidade da marca não pode ser a personalidade do community manager, mas a mensagem tem que ser adaptada ao canal e à rede social em questão, reforça a responsável

10h25 – Virginia Coutinho refere que social media não é mais do que mais um canal de marketing e para as marcas do setor do retalho o desafio de estar nas redes sociais ainda passa muito pelo apoio ao cliente, já que hoje nenhum consumidor quer ter que esperar mais de meia hora por uma resposta de uma empresa numa rede social

inretail

A manhã prossegue com uma conversa 3.0 sob o mote ‘First Connect, Then Sell’: Filipe Gil, diretor da Distribuição Hoje, Pedro Caramez, Consultor em Social Selling da LinkedPortugal, e Virginia Coutinho, Senior Director Global Marketing Management da SocialBakers debatem as redes sociais e a comunicação com o consumidor

10h20 – Mais importante do que gerir o preço, é gerir a perceção de preço junto do consumidor. Para além disso, será cada vez mais importante otimizar os produtos para ir ao encontro das necessidades do shopper, defende

10h15– Para o retalho, o segredo para crescer poderá estar na penetração: segundo Paulo Caldeira, a penetração da marca é mais importante que a fidelização do consumidor

10h13 – Em breve, assistiremos a uma “desmaterialização do comércio”, como a que já assistimos no setor da música e dos jogos. O responsável aponta como tendência para o setor o streaming

10h10 – Os principais vetores que vão influenciar o retalho no futuro serão a conveniência, o mobile, a transparência, o preços, os social media, mas também a segurança dos dados, os métodos de pagamento e os serviços de localização, revelam os dados da GfK

10h07 – O orador diz ainda que “Portugal está na vanguarda da organização do retalho, no sentido em que as cadeias organizadas e o comércio tradicional têm um peso muito maior do que no resto da Europa”

10h05 – “Temos que ir além da personalização, os consumidores querem humanização”, defende Paulo Caldeira

10h02 – O consumidor português valoriza mais a interação cara-a-cara do que a relação virtual

10h00 – Os smartphones e outros dispositivos móveis vieram reduzir drasticamente o tempo de atenção dos consumidores, razão pela qual é cada vez mais difícil para as marcas ‘atingir’ o consumidor com as suas mensagens publicitárias

9h50 – Paulo Caldeira refere que sempre que conseguimos envolvimento emocional com uma marca conseguimos atingir o sucesso. Para além disso, explica que apesar de preço e conveniência serem chave,  a transparência tem vindo a ganhar relevo junto do consumidor

9h30 –  A 6ª edição do inRetail Congress arranca com uma keynote de Paulo Caldeira, da GfK Portugal, sobre ‘O Futuro do Retalho Tech’

Ao longo do dia, a Distribuição Hoje irá partilhar aqui, ao minuto, o que de mais importante está a acontecer. Acompanhe-nos!

1 Comment