Quantcast
Retalho

Campo de Ourique e Alvalade são os novos ‘reis’ do comércio de rua

Lisboa Distribuição Hoje

O comércio de rua lisboeta está a crescer em bairros residenciais. De acordo com o mais recente estudo ‘Portugal Market Pulse’, da JLL, Campo de Ourique e Alvalade são bairros cada vez mais procurados para conceitos novos direcionados para o dia a dia daqueles que ali residem.

Patrícia Araújo, Head of Retail da JLL Portugal, explica que “são ambas zonas residenciais maduras, que sempre tiveram uma vida de bairro muito dinâmica. As pessoas continuam a viver muito a rua nestes dois bairros e, numa altura em que há uma crescente tendência para o consumo de proximidade, são muitos os retalhistas que percebem o potencial destas zonas e têm vindo a instalar-se aqui, complementando o comércio tradicional que já existe e contribuindo para a sua modernização.”

 

De acordo com a JLL, além de áreas mais dinâmicas como a restauração, comércio de frescos e retalho alimentar, nestes dois bairros existem também cada vez mais lojas que oferecem experiências inovadoras. É o caso de Campo de Ourique, onde o renovado mercado funciona como âncora, com os produtos gourmet a coabitar com os tradicionais, transformando uma ida ao local numa experiência interessante.

“Com comércio de conveniência, vestuário e decoração a predominar na oferta existente, este é um bairro de densidade residencial muito significativa e muito direcionado para primeira habitação das famílias portuguesas, apresentando uma oferta residencial de gama média-alta com preços entre os 3 000 e os 5 500 euro/m2”, revela o estudo.

Sobre Alvalade, a JLL diz que na zona das Avenidas Novas, em particular, “o comércio é bastante abundante, com diversas lojas de conveniência e restauração. O conforto, o fácil acesso e a própria morfologia da zona – com ruas planas e fáceis de caminhar – favorecem o convívio e o fluxo de consumidores. Igualmente uma zona residencial madura, Alvalade é também um bairro familiar de primeira habitação, com uma oferta de casas de gama média-alta.”