Quantcast
Retalho

C&A prepara-se para abrir lojas em Portugal 

C&A

A empresa de moda C&A  anunciou, depois de negociar com os representantes legais dos seus trabalhadores, o lançamento de um plano estratégico com medidas excecionais orientadas para reforçar a limpeza e higiene e manter as normas de distanciamento de todos os espaços na sua rede de lojas em Portugal, por forma a garantir aos clientes a maior segurança uma vez que se proceda à reabertura dos seus espaços.

Além disso, o plano estabelece novos protocolos de trabalho para garantir a proteção de todos os empregados em lojas e escritórios e evitar possíveis contágios.

Seguindo as recomendações internacionais (Organização Mundial de Saúde) e do Governo Português, a C&A pôs em prática um procedimento especial de desinfeção e limpeza em todas as suas lojas de Portugal com produtos viricidas, com o objetivo oferecer um ambiente seguro para que os clientes possam comprar. Este protocolo estará ativo por tempo indefinido e será reforçado nas áreas de maior afluência de pessoas. Este será o passo prévio à etapa de reabertura, que se levará a cabo em função das fases de redução de escala.

Limitação de capacidade e informação detalhada em loja

Uma das principais medidas deste plano tem a ver com o cumprimento das normas de distanciamento. Para isso, a C&A adaptou as suas operações com o objetivo de limitar a capacidade de pessoas nas lojas de acordo com a percentagem indicada pelo Governo, segundo a fase de desconfinamento em que nos encontramos. Além disso, modificam-se alguns parâmetros como a utilização dos elevadores, que serão maioritariamente para utilização de pessoas com mobilidade reduzida, uma única pessoa ou um grupo familiar completo. Os clientes contarão com sistemas de informação em todas as áreas da loja (infografia na entrada da loja, na fila das caixas, e na própria caixa, assim como mensagens nos sistemas audiovisuais) e na entrada estará um colaborador a informar quanto às medidas e a oferecer gel desinfetante para uso pessoal.

Medidas nos provadores

A C&A vai ampliar, durante as primeiras semanas, o prazo de devolução para que os clientes possam experimentar a roupa em casa e utilizem os provadores o menos possível. Contudo, os mesmos estarão abertos e disponíveis para utilização sempre que forem necessários, seguindo o protocolo de desinfeção e segurança; as fichas que habitualmente se entregam ao cliente quando este quer experimentar roupa não serão distribuídas, os provadores serão usados de forma alternada e desinfetados após cada uso. As roupas que os clientes deixarem para trás ficarão em quarentena durante 48 horas antes de serem repostas em loja, tal como as roupas devolvidas pelos clientes. Antes de voltarem a ser disponibilizadas em loja, após a quarentena de 40 horas, ainda passam por alguns tratamentos, tais como a pulverização com desinfetante e também vaporização com um ferro vertical para garantir uma maior higiene.

Painéis de proteção nas caixas

As caixas funcionarão de forma alternada para aumentar a distância entre clientes e pessoal da caixa e serão instalados painéis de proteção para evitar aproximações entre os colaboradores, que terão a obrigação de usar máscaras. Serão colocados também autocolantes no chão para delimitar a distância entre clientes nesta zona. O pagamento em dinheiro é permitido, mas as transações com cartão serão encorajadas para evitar qualquer contacto. Estarão disponíveis aquagel e sprays desinfetantes. Para grávidas, maiores de 65 anos, pessoas dependentes ou com mobilidade reduzida, forças de segurança/polícias, pessoal de saúde e pais/mães com crianças menores de 3 anos, existirá prioridade em todas as nossas caixas.