E-commerce

Um programa renovado para relançamento do comércio digital

e_commerce_acepi

A ACEPI – Associação da Economia Digital – anunciou hoje (16 de junho) um conjunto de novas iniciativas para a fase pós-COVID no âmbito do Programa Comércio Digital, uma ação conjunta a ACEPI e da CCP (Confederação do Comércio e dos Serviços de Portugal), que visa relançar o comércio e os serviços e apoiar a economia nacional.

Este programa, apoiado pelo Governo português e cofinanciada pelo COMPETE 2020, Portugal 2020 e União Europeia/FEDER), tem como objetivo promover a digitalização de mais de 50 mil empresas da área do comércio e dos serviços no nosso país.

O Ministro de Estado, da Economia e Transição Digital, Pedro Siza Vieira, presidiu à sessão de lançamento oficial das novas iniciativas do Programa ComércioDigital.pt, admitindo que se “não fosse o contacto digital, teria sido mais difícil para todos assegurar o acesso a bens e a serviços fundamentais.”

O responsável pela pasta da Economia e Transição Digital referiu ainda que “o contacto digital também permitiu a muitos operadores económicos, a muitas empresas do setor do comércio manter a atividade e permitiu aos consumidores portugueses familiarizarem-se com as compras online, assim como a operadores e consumidores familiarizarem-se com pagamentos online e ganharem confiança. Também acelerou muito a logística associada ao comércio digital e a dinamização e o acesso dos comerciantes a estes mercados virtuais, onde os consumidores podem mais facilmente contactar com a oferta de bens e serviços.”

“Esta aceleração e esta consciencialização foram passos importantes, mas precisam de ser acompanhados e, num Ministério que é, simultaneamente, da Economia e da Transição Digital, o apoio a estas iniciativas é absolutamente essencial”, acrescentou Pedro Siza Vieira.

Por seu turno, o Secretário de Estado Comércio, Serviços e Defesa do Consumidor, João Torres, afirmou que “à nova fase do programa Comércio Digital somar-se-ão, em momento oportuno, a apresentação e o lançamento das medidas preconizadas no Programa de Estabilização Económica e Social para fomentar a transição digital do comércio, que versam, fundamentalmente, a promoção do comércio eletrónico em cadeias logísticas integradas. Tem sido notável o esforço dos operadores económicos e a adaptação dos consumidores, sendo esta uma oportunidade singular para materializar um salto qualitativo de setores absolutamente estruturantes da economia portuguesa”.

As novas iniciativas desenvolvidas pela ACEPI no âmbito do Programa Comércio Digital incluem: um novo site; a Academia Comércio Digital; Campanha Especial de Adesão ao Selo Confio.pt; Voucher 3em1; Webinars semanais; Linha Telefónica Gratuita de Apoio ao Comércio e Serviços; e uma Campanha Publicitária.

Do lado da ACEPI, o presidente da associação, Alexandre Nilo Fonseca, explicou que “com a pandemia da COVID-19 muitos pequenos comerciantes perceberam que têm de ter uma presença online e a ACEPI quer apoiá-los nesta jornada”.

Assim, a forma fazê-lo foi “desenvolvendo um conjunto de iniciativas para a fase pós-COVID, no âmbito do Programa do Comércio Digital, que já tínhamos em curso. Deste modo, iremos apoiar o comércio local a vencer os novos desafios lançados, colocando à disposição dos pequenos empresários locais do setor do comércio e serviços um relevante conjunto de ferramentas digitais, de acesso gratuito, que lhes permitirão iniciar as suas jornadas de transformação digital de forma prática, simples, rápida e eficiente, relançando os seus negócios no contexto do comércio online. A ACEPI está fortemente empenhada em apoiar o progresso da economia nacional. Acreditamos que este novo conjunto de iniciativas, vocacionadas para o desenvolvimento das competências digitais dos comerciantes, representa um importante contributo nesse sentido”.

Iniciativas para a fase pós-COVID para o relançamento do comércio e serviços em Portugal

• Novo Website do Programa Comércio Digital;
• Academia Comércio Digital;
• Campanha Especial Adesão Selo Confio.pt;
• Voucher 3em1
• Webinars Semanais;
• Nova Linha telefónica gratuita de apoio nacional ao comércio digital;
• Campanha Publicitária