Quantcast
Branded Content

Os marketplaces estão a transformar o futuro do retalho

marketplaces
Nicolas Fournié, Country Manager Iberia da solução especialista em pagamentos para plataformas MANGOPAY, partilha a sua visão pela qual os marketplaces assumem cada vez mais um papel fundamental no comércio eletrónico e estão a transformar o futuro do retalho.

A crise sanitária provocou um aumento das compras em marketplaces. Será esta tendência sustentável?
O sucesso dos marketplaces não é uma novidade: a economia circular remodelou por completo a forma como os consumidores compram, inclusive em setores tradicionalmente não digitalizados como o B2B.  A MANGOPAY trabalha com mais de 2500 plataformas em todo o mundo, com presença em todos os verticais e modelos de negócio, e acompanhamos desde o início o crescimento de plataformas como Vinted, La Redoute e Wallapop.
Quer se trate de um pure player ou de um retalhista a pensar em diversificar atividades, a flexibilidade do modelo de marketplace permite às empresas escalarem rapidamente e conquistarem novos mercados. Apenas um ano após o lançamento da atividade em Itália, a principal plataforma de produtos usados em Espanha, Wallapop, acaba de anunciar a abertura do mercado português. Este é apenas um exemplo entre muitos.

Qual é a principal diferença entre os marketplaces e as as lojas de comércio eletrónico tradicional?
O modelo Marketplace permite aos retalhistas oferecer aos compradores uma oferta mais personalizada, expandindo o seu catálogo global e integrando produtos que eles próprios não fabricam. Adotando uma estratégia vertical ou horizontal correta, como a La Redoute que decidiu acrescentar uma categoria de mobiliário doméstico e eletrodomésticos à sua plataforma, pode ajudar no posicionamento como um especialista na sua área, e abrir novos mercados.

 

Porque é que cada vez mais retalhistas tradicionais estão a diversificar através dos marketplaces?
Com um crescimento que duplica o do comércio eletrónico tradicional. Os marketplaces são uma tendência no comércio online. E por boas razões: atraem tanto os vendedores como os consumidores. Vivemos uma era dominada pela economia colaborativa.

Quais são as suas dicas para os retalhistas que querem lançar um marketplace?
Escolham parceiros de confiança! A MANGOPAY trabalha com o editor líder de mercado Mirakl para criar as soluções mais integradas e abrangentes para ajudar os retalhistas a lançar as suas plataformas e a crescer em escala.
Podemos evidentemente destacar os desafios regulatórios, o processo de verificação que permite proteger todos os utilizadores e o próprio negócio, os preços e as ferramentas personalizadas. Fundamentalmente, a nossa filosofia assenta em desenvolver uma parceria que permita aos nossos parceiros satisfazer todas as necessidades adjacentes ao processo de crescimento. Na MANGOPAY esforçamo-nos por ter equipas de apoio locais dedicadas a criar soluções de pagamento personalizadas e a encontrar parceiros qualificados que acrescentam valor e minimizam qualquer dificuldade durante as fases de implementação e crescimento.