Sustentabilidade

Sonae adere a iniciativa de promoção dos direitos humanos

Sonae adere a iniciativa de promoção dos direitos humanos

O Grupo Sonae assinou o ‘CEO Guide to Human Rights do World Business Council for Sustainable Development (WBCSD), uma iniciativa que pretende incentivar os líderes das organizações a promoverem a defesa dos direitos humanos e a melhoria das condições de vida das pessoas.

“A promoção dos direitos humanos é elemento central na gestão das empresas Sonae, que se posiciona como uma long living company e assume, desde sempre, a sua responsabilidade na área da sustentabilidade. Este compromisso traduziu-se ao longo dos anos num marcante legado de ações, de índole social e ambiental, com resultados concretos muito para além das palavras e das intenções”, sublinha a Sonae em comunicado.

O ‘CEO Guide to Human Rights’ foi lançado, em Londres, na Bloomberg Sustainable Business Summit 2019, e estabelece um conjunto de princípios e ações que os CEO devem promover para garantir que as suas empresas vão além da conformidade legal nestas matérias e impulsionam mudanças positivas na vida das pessoas e das comunidades em que operam.

Este guia já foi subscrito por 35 líderes de organizações como a EDF, ENI, Michelin, Nestlé, Total e Unilever e ainda a portuguesa Cláudia Azevedo, CEO da Sonae, e outras empresas portuguesas como a Brisa, EDP e The Navigator Company. Em conjunto, estas empresas empregam mais de 2,8 milhões de pessoas, em 17 setores de atividade diferentes.

Cláudia Azevedo, CEO da Sonae, defende que “os líderes empresariais, devido às funções que desempenham e ao seu impacto económico e social, devem tomar as medidas necessárias para que as suas organizações sejam um exemplo de boas práticas de sustentabilidade, nomeadamente em matérias como os direitos humanos e o ambiente, contribuindo para uma sociedade melhor e mais justa, com igualdade de oportunidades e melhoria das condições de vida”.

Já Peter Bakker, Presidente e CEO do WBCSD, acrescenta que “as empresas têm a responsabilidade fundamental de respeitar os direitos humanos, mas têm também uma grande oportunidade de transformar a vida das pessoas para melhor. Promover direitos humanos universais para todos é uma das oportunidades mais poderosas que temos para contribuir para os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável. O Guia apresenta uma declaração ousada e sem precedentes de líderes empresariais, cujas ações e políticas das empresas influenciam vastas cadeias de fornecimento globais. Esperamos que a sua liderança inspire outros CEO a tomar medidas de apoio a esta importante causa”.