Quantcast
Retalho

Grupo Dia aumenta vendas líquidas em 0,2% no ano passado

Grupo Dia vendas e lucro

O Grupo DIA, companhia internacional de distribuição com operações em Espanha, Portugal, Brasil e Argentina, aumentou as vendas líquidas em 0,2% e as vendas comparadas (Like-for-Like) alcançaram os 7,6%. O grupo terminou o ano com um EBITDA Ajustado positivo de quase 123 milhões de euros.

Resumo global
  • Vendas Líquidas: aumentaram 0,2% (+02%)
  • Vendas comparáveis: atingiram os 7,6% (7,6%)
  • Lucro Bruto (como percentagem de Vendas Líquidas): aumentou 21,8% dos 19,2%
  • EBITDA Ajustado: valores positivos de 1,8% (valores positivos de 1,8%)
  • Resultado Líquido: -363,8 milhões euros
  • Liquidez Disponível: 397 milhões euros
  • Dívida Financeira Líquida: 1.276 milhões de euros
Em Portugal

No caso português, o grupo conseguiu aumentar as vendas líquidas em 6,1%, sendo que o EBITDA ajustado cresceu 79,2%. As vendas comparáveis alcançaram os 8,1%.

Estes aumentos foram impulsionados “pelas medidas locais de transformação e remodelação centradas em melhorar a oferta de produtos frescos, que compensou a queda do turismo nas principais cidades durante a época alta de férias”.

A oferta de produtos frescos foi aumentada em 450 lojas consideradas prioritárias para a melhoria da oferta deste tipo de produtos

Resumo:

  • Vendas brutas: aumentam 12,4%
  • Vendas comparáveis: alcançaram os 6,1%
  • Vendas Líquidas: aumentou 6,1%
  • EBITDA Ajustado: valor positivo de 2,7%
Comentário do presidente executivo

“Os nossos resultados financeiros demonstram os progressos diários que a DIA leva a cabo como consequência do seu plano estratégico plurianual. Tendo assentado as bases em 2019, em 2020 introduzimos melhorias operativas e comerciais nos quatro países nos quais temos operações, liderados pelas equipas de direção em cada país”, comenta o presidente executivo da DIA, Stephan DuCharme.

“Na atualidade, e graças ao acordo de refinanciamento e recapitalização impulsionado pelo nosso acionista de referência, o nosso negócio sustenta-se numa estrutura de capital estável a longo prazo, o que permitiu à equipa de direção focar-se exclusivamente na gestão dos clientes e do negócio”, acrescenta.

A cadeia de retalho recorda que, em 2020, teve como principais prioridades:

  • o desenvolvimento contínuo da proposta de valor comercial da DIA
  • a melhoria do sortido com foco especial nos produtos frescos
  • desenvolvimento de uma marca própria que combine qualidade, boa relação preço-qualidade e um packaging mais atrativo.

Além disso, durante a segunda metade do ano, arrancou com um novo modelo de franquias em Espanha e Portugal. Deste programa já beneficiam mais de 950 parceiros da DIA em Espanha (64% dos franqueados, incluindo Clarel) e outros 180 parceiros em Portugal (67% dos franqueados). Na Argentina arrancou um novo modelo atualizado de franquia, enquanto se prepara o lançamento de uma oferta à medida para o Brasil.