Quantcast
Retalho

Glovo aposta em Q-commerce em Lisboa e vai abrir 16 armazéns urbanos

A Glovo anunciou esta semana estar a robustecer a sua oferta de Quick Commerce tendo começado a sua lógica de expansão com a abertura de um novo armazém urbano em Lisboa.

Segundo o comunicado, este não será, porém, o único investimento a ser feito nos próximos meses, isto porque, para já, está prevista a  abertura de mais 16 destes espaços.

 

“Estas micro-lojas incluem ainda o SuperGlovo, um supermercado de conveniência com entregas em menos de 30 minutos, que tem aumentado o número de referências disponíveis desde o seu lançamento, em maio do ano passado, e registado uma procura crescente por produtos frescos, como frutas e legumes”, explica-se em comunicado.

Por outro lado, a Glovo lembra algumas estatísticas que demonstram o porquê desta aposta, defendeu que “Portugal foi o país onde a categoria de Q-commerce da Glovo mais cresceu, representando um crescimento de 940% e um aumento de utilizadores superior a 517% face ao período homólogo”.

“A Glovo é, desde sempre, mais do que uma app de entrega de comida, e por isso julgamos que ao impulsionarmos o Q-commerce estamos a dar um passo considerável nesse sentido. Queremos  ser a plataforma líder de comércio local on-demand para que qualquer utilizador possa comprar qualquer produto da sua cidade praticamente de imediato, quando e onde quiser”, explica Ricardo Batista, Country Manager da Glovo em Portugal.

Na unidade de Q-commerce da Glovo foram investidos mais de 20 milhões de euros, aos quais se juntaram mais 100 milhões da plataforma suíça Stoneweg para desenvolvimento de infraestruturas em diversos países, incluindo Portugal. Esta unidade de negócio recente da Glovo conta com uma equipa de mais de 100 pessoas focadas na expansão da oferta multicategoria da app Glovo e em entregas em menos de 30 minutos de produtos de supermercado, produtos de beleza ou brindes, entre outros.