Retalho

Ford apresenta uma versão de carrinho de compras

Ford apresenta uma versão de carrinho de compras

Quando pensamos nos fatores que fazem aumentar a pressão arterial dos pais, a ida às compras semanal está no topo da tabela, junto com o deitar os filhos e as horas de refeições. E, além das tentativas de irem ao corredor dos doces e das birras infantis, são poucos os momentos que podem ser mais preocupantes do que ver o filho a fazer corridas a alta velocidade com o carrinho de supermercado.

Agora, a Ford criou uma maneira de tirar o stress da situação – inspirando-se nos meios pelos quais a tecnologia de carros novos ajuda os condutores a evitar acidentes na estrada.

Disponível na maioria dos modelos Ford, a tecnologia de Assistência à Pré-Colisão utiliza uma câmara frontal e um radar para detetar veículos, peões e ciclistas na estrada e aplica automaticamente os travões se o condutor não responder aos avisos.

O “Carrinho de Travagem Autónoma” usa um sensor para atingir o mesmo objetivo – examina a presença de pessoas e objetos no percurso à sua frente e aplica automaticamente os travões quando uma potencial colisão é detetada.

“Os pais muitas vezes temem a ida às compras no supermercado porque estão a tentar despachar-se e as crianças só querem brincar”, disse a especialista em educação infantil Tanith Carey, autora de ‘What’s My Child Thinking? Practical Child Psychology for Modern Parents’. “As crianças adoram imitar os adultos e experimentar sentirem-se mais no controlo. Quando eles empurram um carrinho, para as suas mentes, é como se estivessem atrás do volante de um carro – com os longos e largos corredores de supermercado como a sua pista de corridas”, refere.

Sendo, para já, um mero protótipo, o “Carrinho de Travagem Autónoma” é parte integrante de uma séria da denominada Ford Interventions que aplica os conhecimentos da área automóvel na resolução de problemas do dia-a-dia que todos enfrentamos.

“A tecnologia de Assistência à Pré-Colisão pode ajudar os nossos clientes a evitarem acidentes ou a mitigar os efeitos de estar envolvido numa colisão. Pensámos que mostrando como um pensamento semelhante poderia ser aplicado a um carrinho de compras seria uma ótima maneira de destacar o que pode ser uma tecnologia realmente útil para os condutores,” afirmou Anthony Ireson, diretor de comunicações de Marketing da Ford Europa.