Quantcast
Retalho

AHRESP reage a medidas de apoio

A Associação da Hotelaria, Restauração e Similares de Portugal (AHRESP) congratula-se com o anúncio do reforço e aceleração da atribuição do fundo perdido, bem como o alargamento aos empresários em nome individual sem contabilidade organizada e às médias empresas, que o governo anunciou. As medidas faziam parte das que a associação tinha proposto.

A associação afirma, em comunicado, que “nos apoios ao emprego também anunciados, e perante as dúvidas quanto à sua aplicação, aguardamos a rápida regulamentação, tendo a AHRESP a expetativa que o seu acesso seja célere e universal”.

No entanto, a AHRESP lamento a falta de reforço do apoio às rendas comerciais.

No mesmo comunicado, a associação salienta as regras específicas para o setor que entraram em vigor hoje, dia 15 de janeiro. Os estabelecimentos de restauração apenas poderem funcionar para confeção destinada a consumo fora do estabelecimento e os bares e restaurantes de hotel apenas para room service ou take-away, são algumas das regras destacadas pela AHRESP.

A AHRESP também relembra as novas medidas de contenção, assim como os novos apoios anunciados no arquipélago dos Açores, por exemplo, os mecanismos de apoio imediato à liquidez nas empresas e o programa de apoio à restauração e hotelaria para a aquisição de produtos açorianos.