Restauração

Programa de aceleração de startups From Start to Table arranca amanhã

Programa de aceleração de startups From Start to Table arranca amanhã

É já no próximo dia 12 de outubro que os participantes do programa de Aceleração ‘From Start to Table – by Startup Lisboa’ iniciam mais uma edição. Nas próximas nove semanas, os candidatos vão poder desenvolver os seus modelos de negócio.

“O programa começa no próximo sábado, das 14h30 às 17h30, no Aeroporto de Lisboa, onde decorre a atividade chamada Master Table, apoiada pela Makro. O objetivo é ser uma atividade de equipa e promover comunidade. Cada equipa terá que, a partir dos produtos disponibilizados, fazer dois pratos. No final existirá um júri que vai selecionar o vencedor da atividade, o prato mais inovador e outro para a melhor equipa”, explica a Makro Portugal.

O programa ‘From Start to Table’ tem como objetivo promover a inovação no ecossistema da restauração e tem três categorias de projetos: tecnologia para restauração, novos conceitos de restauração e novos produtos de food & beverage.

Miguel Fontes, Diretor Executivo da Startup Lisboa, explica que “é sempre bom ver os operadores da indústria a quererem colaborar e abraçar a inovação. Ficámos muito contentes com a colaboração e resposta da Makro em nos apoiar neste desafio.

“O grande propósito da Makro é viver a paixão pela gastronomia portuguesa, levando ao mundo a sua diversidade. Privilegiamos o espírito de empreendedorismo, a inovação que satisfaça as necessidades dos consumidores e que, ao mesmo tempo, acompanhe as tendências da alimentação, que são cada vez mais diversas, não esquecendo a sustentabilidade. Iremos estar presentes na Master Table e curiosos pela inovação das equipas no programa.”, acrescenta Isabel Caeiro, Communication & Engagement Manager.

Este programa de aceleração está destinado aos negócios ligados ao ecossistema da restauração e conta com o acompanhamento da Startup Lisboa e de especialistas na área da restauração. O programa vai ocupar os empreendedores participantes, em média, três dias por semana, em regime de full-time, e irá atribuir um prémio de 30 mil euros que será dividido pelos três projetos vencedores.