Quantcast
consolidação

Europa pode abrandar ritmo da consolidação das finanças públicas

Portugal passa em mais um teste da troika e recebe 4.100M€

O comissário europeu dos Assuntos Económicos, Olli Rehn, disse recentemente perante a comissão parlamentar, em Bruxelas, que a Europa já está em condições de abrandar o ritmo de consolidação das finanças públicas e focar-se em medidas que promovam o crescimento.

De acordo com o Diário Económico, Olli Rehn afirmou que é necessário “prosseguir uma consolidação consistente das finanças públicas”, mas admitiu haver espaço para um abrandamento da mesma.

Abrandar no ritmo da consolidação das finanças públicas permitirá à Europa focar-se “na qualidade das medidas amigas do crescimento”, sobretudo ao nível fiscal e de reformas que impulsionem um crescimento.

 

O comissário disse ainda que as previsões económicas de Outono divulgadas na semana passada pelo executivo comunitário “mostram que a Europa está num ponto de viragem económico.”