Retalho

A loja online da C&A remove a taxa de entrega e alarga prazos de devoluções

C&A

A marca de moda C&A removeu a taxa de entrega no mercado Europeu para todos os produtos comprados na loja online. A medida pretende incentivar e apoiar os clientes da C&A a optar pelas compras online.

“Queremos que todos os nossos clientes possam comprar as peças de moda de que precisam diariamente com o mínimo de perturbações. A nossa loja online está disponível 24 horas por dia, 7 dias por semana, com toda a gama que os nossos clientes costumam encontrar nas lojas físicas. Ao renunciar às taxas de entrega, queremos apoiar os nossos clientes neste período difícil e facilitar a sua experiência de compra tanto quanto possível”, refere Andreas Hammer, diretor de e-commerce da C&A.

A C&A fechou temporariamente as mais de 1,300 lojas que detém em 15 países europeus, por forma a conter a propagação do COVID-19. Na Europa, apenas as lojas da Hungria, Roménia e Sérvia permanecem abertas com horário de funcionamento restrito, de acordo com os requisitos nacionais.

“Gostaríamos também de garantir aos nossos clientes que, ao fazerem pedidos online, não precisam de se preocupar com o coronavírus. Os pacotes ainda estão a ser entregues como habitual e todos os serviços de entrega confirmaram que os destinatários não precisarão assinar as entregas, evitando desta forma o contacto. Implementámos igualmente medidas adicionais de saúde e higiene nos nossos armazéns e centros de distribuição para desta forma protegermos os nossos funcionários”, afirmou Hammer.

Adicionalmente, a C&A ajustou a sua política de devolução, oferecendo aos clientes 60 dias para devolver produtos. Assim, os clientes não precisam de se preocupar com o encerramento ou constrangimento temporário de postos de correios, nem precisam de sair apenas para devolver os pacotes nas próximas semanas.