Quantcast
Sustentabilidade

Henkel troca mais de 100 mil toneladas de matérias-primas fósseis por renováveis

A maioria dos produtos na Europa de Laundry & Home Care e Beauty Care da Henkel vão ter as suas matérias-primas alteradas de fósseis por renováveis, durante os próximos anos. Tal surge no âmbito de uma parceria com a empresa química alemã BASF e surge na sequência de um projeto piloto bem-sucedido com a marca de detergentes e limpeza da Henkel Love Nature em 2021.

Em comunicado, as duas empresas avançam que 110 mil toneladas de matérias-primas fósseis serão substituídas por matéria-prima renováveis, utilizando a abordagem de equilíbrio de biomassa certificada da BASF. Como resultado, a Henkel reduzirá a sua pegada de carbono e alcançará, com as suas marcas principais, uma redução de cerca de 200 mil toneladas de emissões de CO² no total.

 

“Estamos muito satisfeitos em cooperar com a BASF e aumentar significativamente a participação de biomassa na nossa cadeia de valor, na qual milhões de pessoas em todo o mundo utilizam os nossos produtos, todos os dias”, refere o CEO da Henkel, Carsten Knobel.

A substituição de matérias-primas fósseis é possível através da abordagem de equilíbrio de biomassa da BASF: são usados recursos renováveis nas primeiras etapas de produção química. A quantidade de matéria-prima de base biológica é então alocada a produtos específicos através do método certificado.