Quantcast
Produção

CAC prevê ultrapassar 90 milhões de euros em 2021

iStock  e

O grupo Companhia Avícola do Centro (CAC) fechou 2020 com um volume de negócios agregado de 80 milhões de euros e estima um novo recorde de vendas em 2021, ano em que deverá ultrapassar 90 milhões de euros. Em comunicado, o grupo afirma que o “consumo de ovos em Portugal está em alta”.

Segundo Manuel Sobreiro, administrador e principal estratega do grupo, “os resultados que alcançámos em 2020 superaram as nossas expectativas e mobilizaram-nos para novos investimentos. Este ano estão já previstos investimentos de 6 milhões de euros em novas aquisições e aumentos de capacidade instalada”.

O crescimento acentuado da procura no mercado interno e a pandemia obrigaram a empresa a reduzir significativamente as exportações nos últimos anos, mas o grupo afirma que “pretende retomar uma estratégia de internacionalização”. A CAC relembra que “em 2015 e 2016 chegou a escoar cerca de 30% da sua produção para a Europa (especialmente Sul e Centro), África, Ásia e Estados Unidos da América”.

A CAC classifica e embala anualmente mais de 600 milhões de ovos, que resultam de quatro sistemas produtivos – gaiola, solo, ar livre e biológico. De acordo com o comunicado, é a “líder incontestável no mercado português (detém 40% de quota de mercado)”.