Quantcast
Retalho

Teletrabalho pode ser aliado do retalho online? Eis o que mostram os dados

A pandemia trouxe consigo algumas revoluções que estavam já na calha, nomeadamente em termos de modelo de trabalho, com a necessidade de ter os colaboradores, em casa, a assegurar a atividade normal das empresas e instituições. Porém, como é sabido, também o retalho se adaptou e agora há sinais de que o teletrabalho e o e-commerce podem ser aliados poderosos.

Segundo uma investigação recente, 61% dos que trabalham em casa dizem ter reduzido as deslocações diárias a que se submetiam fruto de irem para os seus postos de trabalho, sendo que essa redução das oportunidades de compras em trânsito favorece o consumo online.

 

De acordo com o relatório da Aecoc Shopperview, os trabalhadores em regime de trabalho à distância fazem compras online com mais frequência do que o resto da população, sendo que 32% dos inquiridos alegavam fazer parte ou todo o dia de trabalho em casa.

O estudo indica ainda que 39% desses trabalhadores aumentaram a sua frequência de compras online, isto apesar de 45% dos teletrabalhadores analisados ​​considerarem que a sua situação económica piorou nos últimos meses, face aos 34% da população geral com o mesmo sentimento.