Quantcast
Sustentabilidade

Jovens são os mais dispostos a reduzir consumo no futuro

Jovens são os mais dispostos a reduzir consumo no futuro

O Observador Cetelem Consumo Sustentável 2022 conclui que a maior parte dos portugueses consomem o mesmo que há 3 anos (81%) e que no futuro tencionam consumir o mesmo que hoje (83%), apesar de a redução do consumo ser uma das formas mais fáceis de contribuir para a sustentabilidade do planeta.

O estudo aponta ainda que foram os inquiridos mais velhos, com idades compreendidas entre os 55 e os 74 anos, que mais reduziram o consumo nos últimos 3 anos (15%), seguindo-se os mais jovens até aos 24 anos (14%). São também os mais jovens os mais predispostos a consumir menos no futuro (14%).

 

O conceito de consumo sustentável

De acordo com estudo, 44% dos portugueses inquiridos afirmam conhecer “mais ou menos“ o conceito de consumo sustentável e 32% consideram que estão familiarizados. Os inquiridos mais velhos, dos 55 aos 74 anos, são os que se encontram menos familiarizados com o conceito (média de 43%).

 

Dos que se encontram familiarizados com o conceito e que adotam já algumas práticas, 32% admitem que para eles o consumo sustentável é uma opção. 31% tentam consumir com responsabilidade sempre que possível. Já para 19% o consumo responsável não é uma preocupação, enquanto 16% consideram ser um modo de vida.

Sempre que se trata de consumir de forma responsável, 42% dos consumidores inquiridos sentem que são eles que tomam a iniciativa. Por outro lado, 39% confessam sentirem-se pressionados pela sociedade.

 

No que toca ao contexto económico atual, 46% dos inquiridos dizem ser difícil ou muito difícil, em particular, os inquiridos com menores rendimentos (57%) e os mais velhos dos 65 aos 74 anos (55%).

33% dos portugueses consideram que, hoje em dia, é preciso gastar um pouco mais para se adotar hábitos de consumo sustentáveis. Já 31% consideram que gastam exatamente o mesmo e outros 30% dizem que para adotar esses hábitos necessitam de gastar muito mais.

 

Relativamente aos efeitos da inflação no consumo, 38% dos portugueses inquiridos revelam ter mantido o consumo de produtos sustentáveis, nomeadamente os mais jovens, dos 18 aos 24 anos (49%) e os inquiridos com mais rendimentos (41%).

Metodologia

O inquérito quantitativo Observador Cetelem Consumo Sustentável foi realizado pela empresa de estudos de mercado NielsenIQ. Este teve como target indivíduos de ambos os géneros, de idades compreendidas entre os 18 e os 74 anos, residentes em Portugal Continental. O estudo foi conduzido através de entrevistas telefónicas assistidas por Computador (CATI). No total foram feitas 1000 entrevistas representativas da população – amostra estratificada por Distrito; Género e Idade, para assegurar a representatividade da população portuguesa.

O erro máximo associado é de +/- 3.1 p.p. para um intervalo de confiança de 95%. As entrevistas foram conduzidas por uma equipa de entrevistadores da NielsenIQ, que receberam treino específico para o presente estudo, por intermédio de questionário estruturado de perguntas fechadas e semi-fechadas com a duração máxima de 12 minutos. O trabalho de campo decorreu entre 28 de setembro e 13 de outubro.