inRetail Congress 2017

O mais importante para as marcas? Ouvir as pessoas: desde a dona de casa ao condutor da Uber

IMG_8090

A 7ª edição do InRetail realizou-se ontem [29 de novembro de 2017], no Hotel Lagoas Park, em Oeiras. Um dia de troca de experiências à procura de saber quem é afinal “o customer X”.

Perante a presença de mais de 150 pessoas, o dia foi marcado por apresentações, case studies, debates, mesas redondas e ainda uma entrevista ao vivo com a referência da publicidade e comunicação, Edson Athayde.

Há 27 anos a trabalhar em Portugal, Edson Athayde prendeu a atenção da plateia com as suas histórias e com a ideia de que “o que se aprende hoje, amanhã já não serve para grande coisa”. A comunicação comercial mudou. “No século passado, só o facto de a embalagem ter coisas vivas era suficiente. Hoje, já não é bem assim. A atividade publicitária sofreu mudanças embora o mundo não esteja tão diferente assim”, disse. Numa era em que o consumidor é muito experimentalista e é menos fiel, as marcas têm de acompanhar este mundo acelerado, em que tudo é mesmo “para antes de ontem”.

IMG_8445

O também CEO da FCB Lisboa afirmou que está sempre a estudar e a procurar inovações e que até gosta de entrar em farmácias para conhecer os novos remédios e as novas tendências. “Tenho uma grande noção de curiosidade, mas não desconfio que haja uma fórmula mágica para nada na vida”.

Edson fez ainda uma retrospetiva dos tempos em que trabalhou em comunicação política, afirmando que tem dúvidas sobre se voltaria a fazê-lo atualmente.

IMG_8384

Em marketing e publicidade, o mais importante “é ouvir as pessoas: a dona de casa, as pessoas na rua, o condutor da Uber”, defendeu Edson que confessou não ter nenhuma loja favorita e que opta por comprar tudo online.

“Divirtam-se”, foi a sua mensagem final. Afinal, vender um produto de forma aborrecida não funciona “e o consumidor vai perceber”.

Fazer diferente

Um dia dedicado às experiências marcantes para o consumidor, às estratégias que as marcas e as empresas têm de enfrentar para se adaptarem num mundo mais global e digital. O futuro já é o presente, e o retalho tem dado mostras da sua criatividade. Mais do que vender, é urgente proporcionar boas experiências de consumo.

As várias apresentações do dia foram suportadas de vídeos e exemplos daquilo que as marcas estão a desenvolver para emocionar o consumidor, criando vínculo, envolvência numa era em que é necessário repensar conceitos e redefinir prioridades.

IMG_8789

Foram várias as palavras referidas ao longo do dia: love brands, desafio, penetração, promoções, engagement, e-commerce, penetração, sentidos, experiência… A participação de pessoas de várias faixas etárias também veio enriquecer o evento, desde pessoas com muitos anos de trabalho na área, a jovens que estão agora a afirmar-se e a criar o seu lugar, como por exemplo, os Youtubers Inês Rochinha e Dário Guerreiro, dois fenómenos de sucesso em Portugal e que já são uma inspiração para as marcas.

Não perca a próxima edição da revista DISTRIBUIÇÃO HOJE e leia a reportagem que estamos a preparar sobre a 7ª edição do InRetail.