Retalho

Sonae investe 300 mil euros na Galeria de Biodiversidade da Universidade do Porto

Sonae investe 300 mil euros na Galeria de Biodiversidade da Universidade do Porto

A Sonae estabeleceu um acordo de mecenato com a Galeria de Biodiversidade da Universidade do Porto. Nos próximos três anos, a empresa irá investir cerca de 300 mil euros nesta instituição com o objetivo de “incentivar a promoção, divulgação e investigação científica no domínio da biodiversidade.”

Em comunicado, a Sonae refere que este acordo está enquadrado na sua política de responsabilidade corporativa que investe cerca de 10 milhões de euros anuais na promoção do bem-estar social e cultural das comunidades onde opera.

Paulo Azevedo, Chairman e Co-CEO da Sonae, sublinha que “para a Sonae, a biodiversidade é uma temática cada vez mais importante e queremos contribuir ativamente para a sua investigação e divulgação massiva por toda a sociedade. O desenvolvimento da ciência e da investigação é uma forma de aumentar o potencial de diferenciação do País, pelo que apoiar essas valências enquanto mecenas da Galeria da Biodiversidade é uma forma de cumprir com a nossa missão de levar os benefícios do progresso e da inovação a um número crescente de pessoas. A Galeria é um espaço único, também porque promove a comunicação de temas prementes para a sociedade numa linguagem artística, acessível e percetível, que torna possível que todos nos tornemos em agentes de mudança”.

O Museu de História Natural e da Ciência da Universidade do Porto é um museu universitário que tem como missão “assegurar o destino unitário do vasto património no âmbito das ciências naturais, exatas e humanas, edificado pela Universidade ao longo de mais de dois séculos, e potenciar a sua valorização através da investigação, incorporação, inventariação, documentação, conservação, interpretação, exposição e divulgação”.