Sustentabilidade

Há oportunidade de negócio na Sustentabilidade

Os resultados do Plano de Ação para a Economia Circular na Europa

Os consumidores estão mais do que nunca conscientes do impacto que o seu consumo pode ter no ecossistema que os rodeia. E de acordo com um estudo recentemente publicado pela Nielsen, parece estar a emergir uma nova forma de ativismo ambiental e social. Uma que se exerce nas escolhas que são feitas nos lineares por via de compras mais conscientes e exigentes.

As empresas cotadas em Índices de Sustentabilidade Empresarial, como o Dow Jones Sustainability Index, são 25% mais rentáveis do que aquelas que não marcam presença nestes índices. A Sustentabilidade já não é apenas ‘moda’ e o comportamento dos consumidores em todo o mundo mostra que a oportunidade de negócio nesta área está em rota de crescimento.

O estudo ‘Global Consumers Seek Companies That Care About Environmental Issues’, recentemente publicado pela Nielsen, revela que, independentemente do mercado, os consumidores são cada vez mais motivados pela consciência ambiental na tomada de decisão de compra. E, em algumas regiões do globo, a Sustentabilidade “tornou-se numa questão de vida ou de morte”, diz a Nielsen.

Há oportunidade de negócio na Sustentabilidade

A Organização Mundial de Saúde estima que cerca de 12,6 milhões de pessoas em todo o mundo morram anualmente devido a riscos de saúde relacionados com questões ambientais. Nos países em desenvolvimento, este número cresce para cerca de 25% da população. Por tudo isto, a poluição atmosférica e da água surgem no topo das preocupações ambientais dos consumidores inquiridos pela Nielsen, sobretudo nas regiões da Ásia-Pacífico, África/Médio Oriente e América Latina.

Ajuste nos hábitos de consumo

São precisamente estas preocupações que estão a levar os consumidores a ajustar os seus hábitos de consumo, usando o seu poder de compra para influenciar a mudança que querem ver no mundo. Apesar de a conveniência e o preço se manterem como os principais impulsionadores da decisão de compra, a Nielsen revela que os consumidores preferem mais do que nunca escolher as empresas com um impacto social e ambiental positivo.

81% dos consumidores inquiridos defendem, inclusive, que as organizações devem investir para melhorar o ambiente. Uma perceção transversal a várias gerações e géneros. Os Millennials (85%) e as Gerações Z (80%) e X (79%) são as que mais apoiam este tipo de investimento por parte das empresas, assim como os consumidores de países em desenvolvimento, que, na verdade, são quem mais sofre as consequências da poluição ambiental.

Há oportunidade de negócio na Sustentabilidade

“Confrontados com a rápida urbanização e a crescente disparidade entre classes, muitos dos consumidores de mercados emergentes estão a enfrentar a dura realidade da poluição na era industrial pós-moderna. Como resultado, a sustentabilidade tornou-se numa oportunidade de negócio para que as empresas se conectem com os seus consumidores, que estão cada vez mais entusiasmados com esta mudança”, explica Regan Leggett, Executive Director, Thought Leadership and Foresight, Global Markets da Nielsen.

Uma coisa é clara: existe oportunidade de negócio na Sustentabilidade e na Responsabilidade Social Corporativa e as empresas que não souberem reagir a esta mudança irão ficar para trás na corrida.