Quantcast
Produção

Preço dos alimentos subiu mais de 20% em apenas um ano

Custos da importação global de alimentos deve diminuir

A Organização das Nações Unidas para a Alimentação e Agricultura divulgou recentemente o seu índice de referência para os preços dos alimentos, saltando à vista um registo impressionante. Nunca este indicador esteve tão alto, tendo chegado, em fevereiro, aos 140,7 pontos, uma subida de 3,9% face a janeiro.

Em termos homólogos, este indicador subiu 20,7% face a 2021, encontrando-se agora 3,1 pontos acima do valor atingido em 2011, sendo que as categorias mais penalizadas são óleos vegetais e produtos lácteos.

 

Relativamente aos óleos vegetais, a categoria liderou o aumento, subindo 8,5% face ao mês anterior e atingindo um novo recorde, agora impulsionado, de forma clara, pelo aumento dos preços dos óleos de palma, soja e girassol.

Relativamente a aumentos, destaque para o segundo lugar dos produtos lácteos, cujo índice de preços se situou 6,4% acima do valor atingido em janeiro, número que se explica pelos fornecimentos de leite mais baixos do que o esperado na Europa Ocidental e Oceânia.