Quantcast
Retalho

Black Friday: Eis o que mostram os estudos sobre o consumidor português

Black Friday

Black Friday continua a ser ‘temporada de saldos’ preferida dos portugueses. Eis o que mostram os estudos.

Com a Black Friday cada vez mais próximo, os estudos sobre uma das épocas mais antecipadas por consumidores e retalhistas começam a dar pistas sobre o que irá ser procurado por parte dos portugueses.

Segundo o estudo elaborado pelo Consumers Choice, quase 70% dos consumidores irá este ano recorrer a esta ‘temporada de saldos’ antecipados para fazer algumas das suas compras mais desejadas.

 

Segundo os dados por esta empresa, 69% dos inquiridos afirma que irá aproveitar os descontos da Black Friday para fazer compras este ano e 55% afirma que já o fez no ano passado. Neste âmbito, em termos de procura, 72% dos consumidores revela que costuma esperar pelas promoções da Black Friday para comprar determinados produtos, com 70% a dizer que irá comprar artigos que já selecionaram previamente e apenas 30% compra espontaneamente.

Em termos de categorias, 25% dos inquiridos pretende comprar artigos de roupa/moda, sendo que 19% revela ter mais interesse em produtos de tecnologia e 12% a dizer que irá aproveitar para comprar eletrodomésticos para a sua casa.

 

Em termos de gastos e preferência por canal de compra, 47% diz que pretende gastar entre 100 a 300 euros, 39% até 100 euros, 9% indica que prevê gastar entre 300 a 500 euros e apenas 5% prevê um gasto acima dos 500 euros.

Em termos de canais, 59% faz a maioria das suas compras online e 41% prefere ir às lojas.

 

Estudo Netsonda mostra dados semelhantes

As motivações para ‘entrar’ na onda da Black Friday podem divergir entre consumidores, mas a verdade é que cada vez mais os portugueses estão recetivos a esta dinâmica de baixa de preços. Segundo o estudo da Netsonda para a Worten, 89% dos inquiridos afirma ter intenção de comprar neste período promocional.

 

Em termos de gastos, a média situa-se nos 326 euros, valor em linha com 2021, sendo que mais de metade (51%) refere que o fará tanto online como nas lojas físicas. O canal online, por si só, passa a merecer a preferência de 24% dos consumidores e em loja 14%, mais 3pp e 1pp em relação ao ano passado, respetivamente.

Em relação às motivações para este período promocional, as vantagens mais associadas à campanha Black Friday continuam a ser aproveitar as promoções para si mesmo (68%) e antecipar as compras de Natal (52%). Relativamente aos destinatários das compras na Black Friday, a maioria (86%) afirma que produtos que irá adquirir destinam-se a si próprios, 45 % para o companheiro/a e 42% para os filhos.