Quantcast
Branded Content

Os sistemas inteligentes que reduzem a perda desconhecida

Os sistemas inteligentes
Jorge Farinha é o Diretor da STC Nedap em Portugal, uma empresa de sistemas antifurto, com origem nos Países Baixos, e dedicados à redução dos furtos em loja.

O que tem sido a evolução dos sistemas antifurto em Portugal?
Desde a nossa entrada em Portugal, em 2019, a STC Nedap tem tido uma receção incrivelmente positiva. Anteriormente, muitos tinham sistemas de baixo custo, com avarias frequentes e problemas técnicos. Com os nossos sistemas, não só a qualidade melhorou, como também introduzimos avanços tecnológicos, como a possibilidade de resolver os incidentes remotamente.

Significa que as antenas agora são inteligentes?
As nossas antenas são inteligentes e pró-ativas, comunicam qualquer problema ao nosso serviço técnico, sem muitas vezes o pessoal da loja saber, para resolver-se os problemas em 4 horas, reduzindo o tempo que podem não funcionar. Monitorizamos o seu funcionamento em tempo real: as vezes que detetam um furto, o número de pessoas que entram e saem da loja, se o equipamento é desligado, etc. Esses dados também podem ser consultados pelos lojistas em tempo real.

 

Quando se trata de RFID, com que produtos trabalha?
Além da componente antifurto, podemos oferecer o melhor sistema RFID de gestão de inventário em todo o mercado. Uma ferramenta muito poderosa para reduzir a perda e acompanhar o stock atualizado.

Que tipo de produtos são mais furtados em Portugal?
As bebidas alcoólicas estão nos lugares cimeiros em Portugal. Há também um roubo significativo em lâminas de barbear, pilhas, produtos de beleza e cuidados pessoais. Temos de destacar os produtos eletrónicos, que, pela sua natureza, têm facilidade de revenda após o furto. Também as gambas, polvo e este tipo de congelados estão nas primeiras posições.

 

Chegou recentemente a um acordo com o grupo makro. Pode contar-nos alguns detalhes?
Estaremos presentes nas 10 lojas da makro em Portugal. Já estamos a instalar as antenas, que, naturalmente, estarão ligadas de forma a consultar o seu funcionamento e resolver incidentes em menos de 24 horas.

Em termos de sustentabilidade, que medidas está a tomar para reduzir a pegada de carbono?
Em tempos, iniciámos o programa de reciclagem dos nossos safers. São caixas transparentes que são usadas para proteger produtos com elevado furto. Na nossa fábrica em Barcelona, reciclamos e voltamos a fabricar uma caixa completamente nova.
Com a manutenção remota, reduzimos as emissões, e reduzimos custos para os clientes.

 

Artigo patrocinado por: