Quantcast
Produção

Exportações alimentares do LIDL valem 2% das exportações nacionais

O LIDL apresentou esta quarta-feira, dia 08 de junho, na Feira Nacional de Agricultura, o resultado de um estudo realizado pela KPMG, relativo a 2021, em que se avalia o peso das exportações alimentares do LIDL na Economia Nacional.

Segundo o anunciado, no total, as vendas para o estrangeiro da cadeia de origem germânica valem já 2% do total de exportações alimentares de Portugal. “No total, foram exportados produtos portugueses para 29 países (dos 32, com presença Lidl na Europa) e, por cada 1€ gasto em produtos destinados à exportação, foram gerados 1,87€ na economia portuguesa”, explica-se em comunicado.

 

“Importante é também salientar que 82% das empresas exportadoras são PMEs e que 53% dos fornecedores que exportam através do Lidl foram introduzidos a novos mercados em 2021. Os fornecedores salientam também como o apoio do Lidl na exportação os ajudou: 73% conseguiu um maior conhecimento das leis e regulação dos mercados de destino; 64%, uma maior adaptação dos produtos aos mercados de destino; 55%, um maior conhecimento dos processos chave que suportam a internacionalização; 27% com ajustes que aumentaram o valor de venda dos produtos”, acrescenta-se ainda.

Em 2021, o Lidl Portugal ajudou a exportar 22.000 toneladas de frutas e legumes, 67 milhões de unidades de padaria e pastelaria, 8.000 toneladas de legumes e leguminosas enlatados, 16.000 toneladas de snacks, lanches e merendas, 2.000 toneladas de peixe e conservas e ainda 5,2 milhões de litros de vinhos e licores, entre muitos outros produtos, para 29 países.

 

Relativamente a Frutas e Legumes, a diversidade de produtos exportados triplicou face a 2018, com 19 artigos a serem consumidos além-fronteiras, entre os quais Pera Rocha (‘produto-estrela’ com 11.300 mil toneladas exportadas), Melão, Melancia, Laranja, Limão, Nectarinas, Pêssego, Ameixa, Alperce, Couve-Coração e Abóbora, entre outros.

Para Bruno Pereira, Administrador de Compras do Lidl Portugal, “os valores deste estudo realizado pela KPMG ilustram o nosso empenho em Portugal e a vontade de levar mais longe o que de melhor produzimos no nosso país, conquistando pela qualidade consumidores cada vez mais informados e exigentes de todos os lugares da Europa. Fazemo-lo em conjunto com os nossos fornecedores parceiros, com quem caminhamos lado a lado, abraçando os desafios inerentes que nos são colocados. Ficamos muito satisfeitos com estes números, que não deixam de ser um grande desafio para o futuro que, como é nosso hábito, estamos prontos para abraçar.”