Quantcast
Cerveja

Jovens preferem cerveja de pressão

cerveja

Os jovens portugueses consomem mais cerveja de pressão do que cerveja engarrafada. A conclusão é do Target Group Index 2015, um estudo da Marktest, que refere também que nos últimos três anos, o consumo de cerveja tem-se mantido inalterado.

Apesar da performance estável nos últimos três anos, em 2015 registou-se um ligeira oscilação negativa, passando de 54,5% em julho de 2014 para 53,8% em julho de 2015. Segundo o estudo, no que diz respeito ao tipo de cerveja consumido, engarrafada ou de pressão “não se verificaram grandes oscilações quando analisados os últimos três anos, salientando-se apenas o ligeiro decréscimo este ano ao nível do consumo de cerveja de pressão (passando de 39,6% para 37,4%).”

A análise de tendências indica que os consumidores de cerveja de pressão tendem a ser mais jovens e mais urbanos do que os consumidores de cerveja engarrafada. Quanto ao género, a cerveja ainda é na sua maioria bebida por homens e de uma classe social mais baixa (82,2% são de classe C1 e C2D, enquanto os restantes são de classe A/B, por exemplo no caso da cerveja engarrafada).

Já no que diz respeito ao alvo consumidor de cerveja de pressão, o estudo revela que um em cada três consumidores de cerveja de pressão foi a museus, a exposições e a festivais, registando este último uma afinidade de 137.5 com este alvo. De salientar que numa análise centrada nos géneros musicais, os preferidos por este público alvo são o Rock (46.2%) e a música Pop (45%).

Não perca informação: Subscreva as nossas Newsletters

Subscrever