Quantcast
Supply Chain 4.0

Estudo aponta Portugal como potencial hub para reshoring

Estudo aponta Portugal como potencial hub para reshoring

O estudo “Supply Chain Disruptions” da JLL revelou que as empresas na Europa procuram a região da EMEA como uma alternativa à produção e abastecimento na Ásia e na Ucrânia, devido às interrupções na supply chain, e que as retalhistas e manufaturas têm tomado a decisão de realocar parte ou a totalidade da sua produção.

As empresas começaram a escolher o “reshoring” como uma solução, relativamente às interrupções na supply chain, graças à pandemia que levou a uma quebra nas redes de distribuição. Europa Central e Roménia assim como as fronteiras da Turquia e Marrocos são os beneficiários europeus do “reshoring”.

 

A Head of Leasing Markets Advisory da JLL, Mariana Rosa, afirmou, citada em comunicado, que”(…) as empresas perceberam que precisam de diversificar a produção para manter bons níveis de stock nos mercados europeus”.

Marlene Tavares, Head of Retail & Logistics Investment da JLL, referiu, segundo comunicado, que”(…) uma relação custo/risco mais favorável e o facto de se terem perdido muitas infraestruturas de produção na Europa, continuaram a garantir ao continente asiático a vantagem para a localização dos grandes hubs de distribuição e produção de uma vasta gama de produtos”.

 

Mais de 60% das empresas na Europa e na América estão a decidir alocar parte da sua produção de volta ao seu país de origem.

Subscreva a nossa newsletter e não perca os principais projetos em termos de mobilidade na cadeia de abastecimento.