Quantcast
Produção

Criação de empresas recua 24% em 2020, revela B&B

iStock  e

A constituição de novas empresas caiu 24% em 2020, revela o barómetro da Informa D&B. O número de empresas criadas corresponde a um valor semelhante ao registado em 2016.

Segundo o barómetro, “o nascimento de novas empresas ao longo do ano decorreu ao ritmo da pandemia e das consequentes restrições”. Durante o confinamento de março e abril, o nascimento de empresas registou uma quebra acentuada (-44% e -70% respetivamente).  Com o alívio progressivo das medidas de contenção e com a reabertura da economia, em agosto e setembro o indicador apresentou valores acima de 2019.

Criação de novas empresas 2010-2020

Os setores do alojamento e restauração, transportes e serviços gerais foram os que registaram maiores recuos percentuais em novas empresas face a 2019. No retalho, as novas empresas subiram 46% em relação a 2019.

Já ao nível de novas insolvências houve um crescimento de 3% face a 2019. As indústrias mantêm-se como o setor com maior número de casos de novas insolvências em 2020 (586 casos), um número muito semelhante ao de 2019.

A D&D também revela que resiliência das empresas será decisiva em 2021 para enfrentar impactos da pandemia. “15% das empresas apresentam maior risco de não resistir à crise”, revela.