Produção

IQOS considerado produto de tabaco de risco modificado pela FDA

A Agência Americana para a Segurança Alimentar e para o Medicamento (FDA – Food and Drug Administration) autorizou a comercialização do IQOS, sistema de aquecimento de tabaco da Philip Morris International (PMI), como um Produto de Tabaco de Risco Modificado (MRTP).

IQOS é assim o primeiro e único dispositivo eletrónico com nicotina a obter autorização de comercialização através do processo de MRTP da FDA.

A FDA autorizou a comercialização do IQOS com a seguinte informação:

  • O sistema IQOS aquece o tabaco, mas não o queima.
  • Tal reduz significativamente a produção de constituintes químicos nocivos e potencialmente nocivos.
  • Estudos científicos demonstraram que a substituição completa dos cigarros convencionais pelo sistema IQOSreduz significativamente a exposição do organismo a constituintes químicos nocivos ou potencialmente nocivos.

Em declarações sobre a decisão da FDA, André Calantzopoulos, CEO da PMI, afirma que “o IQOS é um produto fundamentalmente diferente dos cigarros combustíveis e deve ser regulado de maneira diferente, como a FDA reconheceu”.