Quantcast
 

Polónia sustenta crescimento das vendas do Grupo Jerónimo Martins

Jerónimo Martins vai encerrar 21 lojas Electric Co

O Grupo Jerónimo Martins cresceu 10,5% tendo as vendas líquidas  atingindo os 10,9 mil milhões em 2012. De acordo com Alexandre Soares dos Santos “foi um ano de sólidos resultados para o grupo Jerónimo Martins, conseguidos num contexto adverso, de forte queda do consumo em Portugal e de abrandamento do crescimento na Polónia”.

Soares dos Santos apresentou os resultados e o balanço do mandato do conselho de administração do grupo entre 2010 e 2012 em conferência de imprensa. De acordo com o responsável “todos os formatos e insígnias de distribuição alimentar do grupo cresceram acima dos respetivos segmentos, reforçando as suas quotas de mercado”.

O cash flow operacional (EBIDTA) aumentou 6% para os 765 milhões de euros, sendo que a Biedronka representa 72% do EBIDTA do grupo. O resultado líquido cresceu para os 6% em 2012, se comparado com o ano anterior, para os 360,4 milhões de euros, elevando o resultado por ação para os 0,57 euros.

 

Para Pedro Soares dos Santos, administrador delegado do grupo “os resultados que obtivemos em 2012 revelam a nossa capacidade de responder com agilidade às mudanças no ambiente competitivo e às alterações de comportamento dos consumidores”.

Não perca informação: Subscreva as nossas Newsletters

Subscrever