Quantcast
Retalho

Nova sede da Worten inaugurada no World Trade Center

Nova sede da Worten inaugurada no World Trade Center

A Worten inaugurou a sua nova sede no recém-inaugurado World Trade Center. O novo escritório, com uma área de aproximadamente seis mil metros quadrados, foi desenhado para potenciar formas de trabalhar mais colaborativas, ágeis, flexíveis e digitais.

Na génese desta mudança esteve a necessidade da criação de uma sede mais moderna e funcional, focada na retenção e atração de novos talentos, segundo explica o CEO da Worten, Miguel Mota Freitas, citado em comunicado.

 

Uma das principais preocupações foi a adaptação do escritório às novas tendências de trabalho flexível e híbrido. Além do espaço open space, em formato hot desking, foram criadas zonas de trabalho consoante as necessidades dos colaboradores, com cabines individuais com isolamento acústico e diversas salas para reuniões internas e externas, incluído espaços mais informais, com baloiços.

A nova sede tem, ainda, um “Studio”, um espaço pensado para a comunicação através das novas tecnologias, nomeadamente produção de vídeos e um auditório multifuncional.

 

Toda a jornada do colaborador está assente em tecnologia, através da app MyWorten, desde a gestão de acessos, marcação de lugares e espaços para reuniões, acesso ao edifício e ao elevador e reservar refeições no restaurante, eliminando os cartões físicos e o papel.

 

Os colaboradores vão ter acesso ainda a espaços de relaxamento e descompressão, jardins interiores e exteriores, zona lounge e rooftop, cacifos pessoais e de encomendas, um gabinete médico, sala de amamentação e um espaço de refeição ( o Worten Wonder Restaurant, liderado pelo Chef Miguel Castro e Silva).

“O facto de este edifício ter as certificações LEED Gold e Well Gold foi um fator especialmente valorizado pela Worten nesta decisão [de escolha de nova localização], uma vez que a sustentabilidade foi também um fator prioritário no desenvolvimento da nova sede”, acrescenta Miguel Mota Freitas.

 

A escolha dos materiais utilizados no novo escritório teve em atenção a pegada de carbono.. Todo o escritório tem sensores de consumo de água, bem como de iluminação, que combinam a luminosidade exterior com a interior; a energia provém de fontes renováveis e a qualidade do ar interior é monitorada por inteligência artificia. Também ao nível da mobilidade disponibilizaram autocarros próprios para colaboradores e 20 postos de carga para viaturas elétricas.