Quantcast
Retalho

MELOM e Querido Mudei a Casa Obras inauguram 31 unidades no 1.º semestre

A rede de franchising MELOM e Querido Mudei a Casa Obras (QMACO) abriu 31 novas unidades especializadas em obras de pequena e grande dimensão.

A rede de franchising MELOM e Querido Mudei a Casa Obras (QMACO) abriu 31 novas unidades especializadas em obras de pequena e grande dimensão, mais cinco que em 2020, sendo 10 da insígnia MELOM e 21 da Querido Obras, durante o primeiro semestre de 2021.

Em comunicado, a rede revela ainda que faturou, neste semestre, 16,1 milhões de euros, tendo aumentado em 10% o número de adjudicações face ao semestre homólogo, com março em destaque a nível de adjudicações. No tipo de obra mais solicitado, a remodelação geral mantém-se no topo das preferências, seguido das pequenas intervenções (pintura e canalização), que fecham o top 3 das mais requeridas.

Na primeira metade do ano o valor médio de obra (não considerando a construção de raiz) fixou-se em 15.215 euros, face aos 9.760 euros no primeiro semestre de 2020, um incremento de 56%. Ambas as insígnias foram requeridas para 9.515 intervenções a nível nacional.

“Os resultados do primeiro semestre da MELOM e do Querido Mudei a Casa Obras são bastante animadoras, com os indicadores a evoluírem favoravelmente e a contribuírem para alavancar a atividade. Continuamos a consolidar a aposta na expansão nacional das nossas insígnias e aumentámos a nossa capilaridade com novas unidades, de norte a sul do país”, avança João Range, diretor-geral da MELOM.

O responsável acrescenta ainda que : “No contexto atual as habitações estão a sofrer um desgaste rápido por utilização, como nunca havia acontecido e a saturação inerente a este tempo passado em casa motiva à remodelação e reabilitação. Acrescendo a estes fatores, existe também a vontade de mudança de habitação, normalmente associada a uma remodelação total do novo imóvel. Neste sentido perspetivamos um segundo semestre dinâmico, assente num crescimento no número de pedidos de obra.”