- Distribuição Hoje - https://www.distribuicaohoje.com -

Melom e QMACO com crescimento de mais de 30% no primeiro trimestre

A MELOM e Querido Mudei a Casa Obras (QMACO) anunciaram durante os últimos dias ter fechado o primeiro trimestre do ano com uma faturação de 9,4 milhões de euros, registando um incremento de 32,4% face a igual período do ano passado.

Segundo o explicado, os bons resultados podem ser explicados, em parte, pelo aumento no volume de pedidos de obra, concretamente 36,2% em relação aos primeiros três meses de 2021. No tipo de obra mais solicitado, a remodelação geral manteve-se no topo das preferências, seguido das pequenas intervenções (pinturas, bricolage) como as mais requeridas.

 

Em termos de regiões, destaque para a região sul, que liderou os indicadores, com um crescimento de 49,9%, quer nos pedidos de obras (4.422), quer em faturação (acima dos 7 milhões de euros), face a igual período de 2021.

“De janeiro a março, o valor médio de obra (não considerando a construção de raiz) foi de 5.786 euros e o valor médio por orçamento fixou-se nos 30 mil euros, mais do dobro do trimestre de 2021, o que revela que as obras solicitadas pelos portugueses são maiores e mais abrangentes”, explica-se em comunicado.

 

As insígnias foram requeridas para 7.174 intervenções a nível nacional, com o sul a registar maior número de pedidos de obras (4.422), seguido do norte (2.328). Os números traduzem um crescimento total de 36,2%, quando comparado com o primeiro trimestre de 2021 e que se explica pelo facto dos portugueses investirem cada vez mais no conforto das suas habitações.