Quantcast
Retalho

Lidl Portugal aumenta salário de entrada em 10%

Lidl Portugal aumenta salário de entrada em 10%

O Lidl Portugal vai investir 8,4 milhões de euros no aumento do salário dos seus colaboradores, com 93% do valor destinado a colaboradores de lojas e entrepostos. O salário de entrada na empresa vai aumentar quase 10% para os 820 euros. O valor é superior ao aumento de 7,8% definidos pelo Governo para o salário mínimo nacional em 2023, que se vai fixar nos 760 euros.

Segundo explicado em comunicado, os colaboradores nos restantes escalões da operação serão aumentados. Por exemplo, quem está no último escalão passará a receber mil euros, usufruindo assim de um aumento de 100 euros, aos quais acrescem os subsídios de férias e Natal. As posições que não tiverem uma atualização salarial receberão, pelo menos, 3% do valor bruto anual do seu vencimento, sob a forma de prémio, em março de 2023.

 

A estes valores, O Lidl aponta que acrescem ainda:

  • Um seguro de saúde, com um valor de mercado de 440 euros, independentemente da sua carga horária;
  • O pagamento de um subsídio de refeição de 7,63€/dia.

“Podermos anunciar este aumento salarial, neste período particularmente difícil que atravessamos, era para a empresa de extrema importância, pois assim continuamos a garantir a criação de um emprego estável e de qualidade, que acreditamos marca a diferença na vida das nossas pessoas”, declara a administradora de Recursos Humanos do Lidl Portugal, Maria Román.