Quantcast
Retalho

Jerónimo Martins é a retalhista alimentar mundial mais bem classificada pelo CDP

O Pingo Doce aderiu à Lean & Green, comprometendo-se a reduzir em 20% as emissões de carbono no prazo de cinco anos, nas operações logísticas.

O Grupo Jerónimo Martins ocupa, pelo terceiro ano consecutivo, o primeiro lugar das retalhistas alimentares a nível mundial pelo seu desempenho – e pela transparência do seu reporte – no combate às alterações climáticas, na gestão da água enquanto recurso crítico e no combate à desflorestação. A distinção foi feita pelo CDP – Disclosure Insight Action.

Segundo explicado em comunicado, o Grupo Jerónimo Martins obteve a classificação máxima (A) nos dois primeiros (combate às alterações climáticas e gestão da água) e o nível de liderança (A-) em matéria de gestão de todas as commodities associadas ao risco de desflorestação: óleo de palma, madeira, gado bovino e soja. “Nenhum outro retalhista alimentar, a nível mundial, atingiu uma classificação tão alta”, aponta a retalhista.

 

“A consolidação da nossa posição de destaque a nível mundial nestes desafios demonstra que estamos no caminho certo em termos da condução sustentável dos nossos negócios e que a transparência com que reportamos a nossa atividade e os seus impactos é amplamente reconhecida”, considera o presidente e administrador-delegado do Grupo Jerónimo Martins, Pedro Soares dos Santos.

O CDP, anualmente, recolhe informação através dos seus programas “Combate às alterações climáticas”, “Desflorestação” e “Gestão da água enquanto recurso crítico”. Em 2022, mais de 680 instituições financeiras com cerca de 130 biliões de euros em ativos pediram a empresas, através do CDP, para divulgarem informação sobre impactes ambientais, riscos e oportunidades. Mais de 18 700 mil empresas, que representam metade da capitalização bolsista global, responderam.

 

Não perca informação: Subscreva as nossas Newsletters

Subscrever