Quantcast
 

InRetail Congress: ter consumidor como sócio

InRetail Congress: ter consumidor como sócio

Durante o painel da manhã do InRetail Congress, Ana Penim e João Catalão, administradores do INV e parceiros da IFE na organização do congresso, apresentaram o World Commercial Trends, ou seja, as dez tendências comerciais para quem quer ser eficaz no mundo dos negócios.

Assim, identificaram como primeira tendência a necessidade de tratar o consumidor como ser humano, de forma a ser capaz de reconquistar a sua confiança e a co-criar com ele.

Uma segunda tendência seria a capacidade de encontrar soluções de interação realmente diferenciadoras, nunca ignorando o poder da criatividade. Para terceira tendência enunciaram a capacidade de fazer algo a partir do nada, ou seja, redesenhar experiências, ser capaz de pôr em causa tudo o que se conhece, de forma a revigorar a excelência da empresa e reimaginar o seu conceito.

 

E quarto lugar destacaram a importância da inovação e das novas ideias, que surgirão quando se criam ambientes seguros dentro das organizações, que permitem o desenvolvimento de espaços para os trabalhadores desenvolverem algo inovador.

A quinta tendência é a de que um negócio sem valores não sobreviverá ao mundo de hoje. A autenticidade tem que ser bem cuidada.

 

Outra tendência será a que a expansão para os mercados emergentes é cada vez mais importante, daí que seja necessário antecipar e perceber quais serão os próximos hotspots de mercado, o risco que se deve assumir e o que fazer de diferenciador para ter uma verdadeira proposta de valor acrescentado.

A importância da cross information, de reagir rápido e perceber a melhor forma de utilizar toda a informação que podemos recolher através da internet sobre o nosso cliente/consumidor, foi outro dos destaques apresentados.

 

A oitava e nona tendência são os smartphones e a sua importância como forma de comunicação com o cliente/consumidor e a importância de na construção da marca surpreender o consumidor.

Por último, o conceito de consumidor integrador, ou seja, o consumidor que dita o que quer, como o quer e a forma como vai comunicar com a empresa, que quer ser tratado como único e especial e que implica da parte da empresa um investimento na formação do seu pessoal, assim como das equipas comerciais.

 

Não perca informação: Subscreva as nossas Newsletters

Subscrever